Dourados – MS domingo, 11 de abril de 2021
Dourados
36º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Policia

Sidlei é libertado após um mês de prisão

30 Mai 2011 - 22h51
Sidlei é libertado após um mês de prisão  -
DOURADOS – Depois de um mês de preso, o ex-vereador Sidlei Alves, acusado de participar da Máfia dos Consignados, deixou na tarde de ontem o Presídio de Segurança Máxima Harry Amorin Costa. De acordo com informações da defesa do réu, o advogado João Arnar, ele recebeu benefício de habeas corpus.

Segundo o advogado, a juíza da 1ª Vara Criminal, Dileta Terezinha, aceitou o argumento da defesa de que não havia motivos para que Sidlei continuasse preso, tendo em vista que possui residência fixa, família constituída, que os fatos que lhe são imputados ocorreram em datas anteriores à renúncia do cargo de presidente da Câmara Municipal de Vereadores desta cidade, e que, “não há, portanto, mais risco para a ordem pública ou para a conveniencia da instrução criminal, posto que, as testemunhas já foram todas ouvidas nos autos”, disse.

Preso há 30 dias, Sidlei Alves foi preso junto com ex-vereador Humberto Teixeira Júnior e do ex-assessor parlamentar Rodrigo Terra, além do ex-irtor da Câmara Amilton Salina. No último dia 19, a juiza Dileta Terezinha Tomaz revogou a prisão preventiva do ex-vereador Humberto Teixeira Júnior e do ex-assessor parlamentar Rodrigo Terra. O ex-vereador Sidlei Alves era o único do grupo que continuava preso, até ontem.

O PROGRESSO apurou que na última Sexta-feira houve uma audiência no Fórum de Dourados, e que de lá para cá, a defesa vinha reiterando o pedido de habeas corpus.

Em relação a revogação da prisão de Humberto Teixeira Júnior, O PROGRESSO apurou que ela está ligada a um acordo feito por ele e Rodrigo Terra com a Justiça. Ambos teriam colaborado com as investigações em troca de responderem o processo em liberdade.

Preso no último dia 29 na Operação “Câmara Secreta”, do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Júnior Teixeira ficou 19 dias na prisão. Rodrigo Terra também foi preso no dia 29, mas ficou entre os dias 02 a 09 de maio internado em hospital, por apresentar problemas cardíacos, retornando, posteriormente, à Penitenciária Harry Amorin Costa, onde saiu ontem.

Amilton Salina, que é ex-diretor da Câmara, foi preso com o grupo, mas saiu da cadeia no dia seguinte. Ele teve a prisão preventiva revogada depois de colaborar com as investigações do Ministério Público Estadual (MPE). Com as colaborações de Humberto Teixeira Júnior, Rodrigo Terra e Salina, novas linhas de investigação poderão ser iniciadas.

O PROGRESSO apurou que a próxima etapa das investigações do Gaeco está nas agências bancárias citadas no inquérito. Os bancos teriam realizados os consignados aos servidores da Câmara Municipal. Existem informações que funcionários de agências facilitavam os empréstimos do esquema criminoso, que mês a mês “sangravam’ os cofres públicos da Câmara Municipal.

De acordo com o MPE, o grupo criminoso criou uma rede de “parcerias” com servidores comissionados. Em trama com a Mesa Diretora da Câmara, os vereadores indicavam pessoas de sua confiança, nomeadas por Sidlei Alves, com a finalidade exclusiva de obter empréstimos consignados em nome dos servidores, segundo apurou o Gaeco.

No sentido de impedir eventual investigação do MPE onde os crimes poderiam ser desvendados, a solução da Mesa diretora foi a de exonerar servidores que tivessem comprometimento de sua margem consignável em patamar de 30%, colocar outro no lugar para pegar o cheque do salário e pagar o consignado.

Para que o valor dos consignados atingisse valores maiores, documentos públicos foram ideologicamente falsificados pelo então diretor financeiro, segundo apurou o MPE.



Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial militar morre aos 31 anos em decorrência da Covid-19
Luto

Policial militar morre aos 31 anos em decorrência da Covid-19

10/04/2021 07:44
Policial militar morre aos 31 anos em decorrência da Covid-19
Polícia Civil apreende 130 quilos de maconha
Ponta Porã

Polícia Civil apreende 130 quilos de maconha

09/04/2021 15:59
Polícia Civil apreende 130 quilos de maconha
Campo Grande

Na capital 91 quilos de cocaína é apreendido pela Polícia

09/04/2021 13:44
SIG desarticula quadrilha de venda de drogas e receptação de produtos furtados
Polícia

SIG desarticula quadrilha de venda de drogas e receptação de produtos furtados

09/04/2021 11:27
SIG desarticula quadrilha de venda de drogas e receptação de produtos furtados
Menina de 10 anos morre afogada no Rio Dourados
Tragédia

Menina de 10 anos morre afogada no Rio Dourados

09/04/2021 10:30
Menina de 10 anos morre afogada no Rio Dourados
Últimas Notícias