Dourados – MS terça, 22 de junho de 2021
Dourados
26º max
13º min
OPERAÇÃO

Polícia Militar Ambiental estará ‘de olho nos rios’ na Semana Santa

23 Mar 2016 - 09h38
Agente da PMA tirando anzol de galho com peixe-capa fisgado; prática é uma das mais comuns nos rios. - Crédito: Foto: Divulgação/PMAAgente da PMA tirando anzol de galho com peixe-capa fisgado; prática é uma das mais comuns nos rios. - Crédito: Foto: Divulgação/PMA
A Polícia Militar Ambiental deflagrou às 8h e segue até às 8h de segunda-feira, dia 28, a ‘Operação Semana Santa’, contando com 310 homens na fiscalização que será intensificada. Desde sexta-feira passada, em virtude de que várias pessoas praticam a pesca antes, para ter o pescado para consumo durante a Semana Santa, vários pescadores foram presos no Estado.


A partir de hoje, em virtude de tradição religiosa e aumento do número de turistas de fora pescando nos rios, a fiscalização deve redobrar esforços.


Os comandantes das 25 subunidades da Polícia Militar Ambiental estarão intensificando a fiscalização em suas respectivas áreas. Serão desenvolvidas também barreiras e combate ao desmatamento e carvoarias irregulares, extração e transporte de madeira e carvão ilegais e outros crimes contra a flora; caça, tráfico de animais e outros crimes contra a fauna. Transporte de produtos perigosos e outros crimes ambientais, com visitas preventivas às propriedades rurais.


Três equipes da sede (Campo Grande) estarão itinerantes, em áreas mais críticas, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais e duas equipes reforçam o efetivo de Corumbá e Coxim.


O Posto Avançado localizado na Cachoeira do Sossego, no rio Aquidauana, em Rochedo (MS), montado durante a piracema, continua funcionando, em razão do alto índice de pesca predatória na região.


Como na operação passada, a PMA espera que esta seja tranquila. No ano passado foram apreendidos somente 50 kg de pescado. Foram 26 autuados, sendo que 10 pessoas foram presas por pesca predatória e 16 foram autuadas por pescar sem licença. As multas chegaram a R$ 22,2 mil.

Alerta


O Comando da PMA alerta as pessoas, para que se utilizem dos nossos recursos naturais dentro do que permite a legislação, pois as penalidades administrativas e criminais são pesadas. As multas podem chegar a R$ 50 milhões e as penas criminais, até cinco anos de reclusão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Assassinato de mulher passa a ser investigado como execução
Dourados

Assassinato de mulher passa a ser investigado como execução

21/06/2021 16:06
Assassinato de mulher passa a ser investigado como execução
Carro de mulher executada a tiro em Dourados é encontrado em Laguna Carapã
Polícia

Carro de mulher executada a tiro em Dourados é encontrado em Laguna Carapã

21/06/2021 10:00
Carro de mulher executada a tiro em Dourados é encontrado em Laguna Carapã
Polícia Militar apreende 35 veículos irregulares no final de semana
Polícia

Polícia Militar apreende 35 veículos irregulares no final de semana

21/06/2021 09:30
Polícia Militar apreende 35 veículos irregulares no final de semana
Registros pelo crime de stalking crescem 19.600% em Mato Grosso do Sul
IMPRESSO

Registros pelo crime de stalking crescem 19.600% em Mato Grosso do Sul

20/06/2021 10:00
Registros pelo crime de stalking crescem 19.600% em Mato Grosso do Sul
Mulher é rendida, levada para matagal e executada com tiro na cabeça
Latrocínio

Mulher é rendida, levada para matagal e executada com tiro na cabeça

20/06/2021 07:00
Mulher é rendida, levada para matagal e executada com tiro na cabeça
Últimas Notícias