Dourados – MS terça, 31 de março de 2020
Dourados
32º max
22º min
Mais Alems
Estatística

Homens de 35 a 64 anos são os que mais se envolvem em acidentes em Dourados

Dados da Polícia Militar apontam que dos 572 acidentes registrados no ano passado, 103 envolveram pessoas nesse perfil. De 11 mortes, 10 tem essa faixa etária

01 Fev 2020 - 12h37Por Valéria Araújo
Homens de 35 a 64 anos são os que mais se envolvem em acidentes em Dourados - Crédito: DivulgaçãoHomens de 35 a 64 anos são os que mais se envolvem em acidentes em Dourados - Crédito: Divulgação

Dados da Polícia Militar apontam que homens com a faixa etária entre 35 e 64 anos são os que mais morrem e matam no trânsito de Dourados.  Durante todo o ano passado foram registrados um total 572 acidentes, 103 tiveram participação deste perfil. Das 11 mortes contabilizadas pela PM, 10 vitimaram pessoas do sexo masculino nessa faixa etária.

Com 74 registros na PM, o  segundo grupo que mais se envolve em acidentes são mulheres, também na faixa etária entre os 35 e 64 anos. Apesar disso, esse perfil não registrou nenhuma morte.

Para o subtenente da Polícia Militar, Júlio César Teles Arguelho, o perfil analisado corresponde a maior parte da população ativa economicamente no município de Dourados. “Trata-se das pessoas que vão para o trabalho e se deslocam de carro. Além disso têm a possibilidade financeira de comprar um carro ou uma moto”, destaca.

Ele explica que a atuação da PM é de apoio. “Nossa ação e o atendimento emergencial de acidentes com vítima na região leste da cidade de Dourados, confeccionando o boletim de ocorrência de acidente de trânsito, documento primordial para acionamento de seguros de veículos e também do DPVAT.

Além de dar apoio aos órgão de socorro como Corpo de Bombeiros e Samu. A PM também faz a análise técnica do local do acidente, confeccionado o boletim no SIGO e também pelo Senatran”, destaca.

Cruzamento da Joaquim Teixeira Alves com Quintino Bocaiuva é um dos mais perigosos de Dourados/ Foto: Cido Costa

 

Cruzamentos perigosos

Mapeamento do corpo de Bombeiros de Dourados aponta que o trânsito do município conta 23 principais cruzamentos onde mais ocorrem acidentes. O estudo mostra ainda que a avenida Marcelino Pires é que a líder em ocorrências. De 1.012 acidentes registrados pelo Corpo de Bombeiros,  106 ocorreram na avenida Marcelino Pires, com 197 pessoas feridas e uma vítima fatal em 2018.

Dos 23 cruzamentos mais perigosos de Dourados, pelo menos cinco chamam a atenção. O que mais registra acidente fica entre a avenida Joaquim Teixeira Alves e a Quintino Bocaiúva com o registro de 15 acidentes. Em seguida os cruzamentos entre:  a Floriano Peixoto e Olinda Pires de Almeida (6), a Monte Alegre com a Barão do Rio Branco (6), a Ponta Porã com a Benjamin Constant (6) e a João Vicente Ferreira (6).

Entre as avenidas, a Joaquim Teixeira Alves fica em segundo lugar com 57 acidentes e 101 feridos. A Monte Alegre registrou 55 acidentes e 117 feridos, a coronel Ponsiano registrou 47 acidentes e 82 feridos. A Weimar Gonçalves Torres registrou 40 acidentes e 101 feridos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso por porte ilegal de arma após ameaças e tiros em assentamento
JAPORÃ

Homem é preso por porte ilegal de arma após ameaças e tiros em assentamento

30/03/2020 12:35
Homem é preso por porte ilegal de arma após ameaças e tiros em assentamento
CAMPO GRANDE

Loja tem prejuízo de R$ 20 mil após invasão de criminosos

30/03/2020 10:49
Motociclista morre após colidir em poste
TRÂNSITO

Motociclista morre após colidir em poste

30/03/2020 09:47
Motociclista morre após colidir em poste
VIOLÊNCIA

Mulher dá três facadas no marido e ainda o espanca com socos no rosto

30/03/2020 08:59
Carreta carregada de frango tomba e PM's são atacados por saqueadores
NOVA ANDRADINA

Carreta carregada de frango tomba e PM's são atacados por saqueadores

30/03/2020 08:35
Carreta carregada de frango tomba e PM's são atacados por saqueadores
Últimas Notícias