Dourados – MS terça, 27 de fevereiro de 2024
25º
IPVA parcela 2
Policia

Governo afasta servidores presos em operação do Gaeco

30 Nov 2023 - 09h15Por Flávio Verão
Governo afasta servidores presos em operação do Gaeco -

O Governo do Estado afastou os servidores públicos alvos da Operação Turn Off do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) e do Grupo Especial de Combate à Corrupção (GECOC). A Justiça determinou a prisão de oito pessoas, entre as quais servidores em cargos de chefia na área da Educação e Administração.

Um dos presos é o atual secretário adjunto da Educação, Édio Antônio Resende de Castro. Outro nome confirmado é de Simone de Oliveira Ramirez Castro, que integra o governo como técnica do pregão de licitações do Estado.

Em nota divulgada no início da tarde desta quarta-feira, dia 29, o governo afirma que os investigados “serão imediatamente afastados de suas funções” e que “a medida visa garantir total transparência sobre contratos e procedimentos adotados pela gestão pública.”

“O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul esclarece ainda que a operação não se estendeu a órgãos do Governo do Estado e que a Controladoria-Geral e a Procuradoria-Geral acompanharão as novas etapas da investigação”, finaliza a nota que pode ser lida na íntegra abaixo:

Nota do governo:

"O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul informa que os servidores sob investigação, no âmbito da operação do Gaeco/Gecoc, realizada na manhã de hoje, quarta-feira (29), resultante de inquérito sobre contratos firmados em anos anteriores, serão imediatamente afastados de suas funções.

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul informa que a medida visa garantir total transparência sobre contratos e procedimentos adotados pela gestão pública.

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul esclarece ainda que a operação não se estendeu a órgãos do Governo do Estado e que a Controladoria-Geral e a Procuradoria-Geral acompanharão as novas etapas da investigação.”

Corrupção – Ao todo foram expedidos 35 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Campo Grande, Maracaju, Itaporã, Rochedo e Corguinho. Em nota, O Ministério Público informa que “a  investigação, conduzida pelo GECOC, constatou a existência de organização criminosa voltada à prática dos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, fraude em licitações/contratos públicos e lavagem de dinheiro.”

Em resumo, segundo o Gaeco, a organização criminosa atua fraudando licitações públicas que possuem como objeto a aquisição de bens e serviços em geral, destacando-se a aquisição de aparelhos de ar-condicionado pela Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (SED/MS), a locação de equipamentos médicos hospitalares e elaboração de laudos pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES/MS), a aquisição de materiais e produtos hospitalares para pacientes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Campo Grande, dentre outros, havendo, nesse contexto, o pagamento de vantagens financeiras indevidas (propina) a vários agentes públicos.

Os contratos já identificados e objetos da investigação ultrapassam 68 milhões de reais. Durante os trabalhos, o GECOC valeu-se de provas obtidas na Operação Parasita, deflagrada no dia 7/12/2022, compartilhadas judicialmente, que reforçaram a maneira de agir da organização criminosa.

A operação contou com o apoio apoio operacional do Batalhão de Choque e da Força Tática da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul.

Desligar a corrupção – Turn Off, termo que dá nome à operação, traduz-se da língua inglesa como ‘desligar’, foi originado do primeiro grande esquema descoberto na investigação, relativo à aquisição de aparelhos de ar-condicionado, e decorre da ideia de ‘desligar’ (fazer cessar) as atividades ilícitas da organização criminosa investigada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Crianças desaparecem em Dourados e mãe pede ajuda
Policia

Crianças desaparecem em Dourados e mãe pede ajuda

27/02/2024 13:00
Crianças desaparecem em Dourados e mãe pede ajuda
Professor é afastado após falar de conteúdo sexual em sala de aula
Policia

Professor é afastado após falar de conteúdo sexual em sala de aula

27/02/2024 08:15
Professor é afastado após falar de conteúdo sexual em sala de aula
PF combate em Dourados esquema de venda de celulares pela internet
Policia

PF combate em Dourados esquema de venda de celulares pela internet

26/02/2024 15:30
PF combate em Dourados esquema de venda de celulares pela internet
Filho de desembargadora aposentada por ordem do CNJ é preso
Policia

Filho de desembargadora aposentada por ordem do CNJ é preso

26/02/2024 14:00
Filho de desembargadora aposentada por ordem do CNJ é preso
Após demissão, funcionários matam fazendeiro, roubam caminhonete e vão presos
Policia

Após demissão, funcionários matam fazendeiro, roubam caminhonete e vão presos

26/02/2024 09:15
Após demissão, funcionários matam fazendeiro, roubam caminhonete e vão presos
Últimas Notícias