Dourados – MS segunda, 17 de junho de 2019
Pauta
Polícia

Dupla confessa homicídios e estupro na presença do filho das vítimas

10 Jun 2019 - 10h38Por Redação
Dupla foi presa no sábado e apresentada pela polícia nesta segunda - Crédito: Cido CostaDupla foi presa no sábado e apresentada pela polícia nesta segunda - Crédito: Cido Costa

Os dois autores do crime brutal contra o casal indígena Osvaldo Ferreira, de 38 anos, e Rosilene Rosa, de 34 anos, mortos na sexta-feira na Aldeia Bororó, foram apresentados nesta segunda-feira (10) pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil de Dourados. Segundo o delegado do SIG, Rodolfo Daltro, eles demonstraram frieza nos detalhes dos fatos e revelaram terem cometido os crimes na presença do filho do casal por “queima de arquivo”.

O crime foi denunciado à polícia depois que o filho do casal avisou a professora na escola e ela acionou as lideranças indígenas para saber do ocorrido. Cerca de 24 horas depois, as mesmas lideranças encontraram os acusados e avisaram a polícia que realizou a prisão no sábado, mas somente nesta segunda-feira foram apresentados os fatos à imprensa.

De acordo com o delegado, Gelso de Oliveira Arevalo, de 38 anos, e Geovane da Silva Vasques, de 18, confessaram o duplo homicídio e o estupro a mulher. Gelso disse que premeditou a morte de Osvaldo por desconfiar que a vítima teria visto ele matar Felismar Benitez Ortiz, de 28 anos, no dia 1º, em um local próximo. O corpo de Felismar apresentava sinais de golpes de madeira no rosto e na cabeça e foi encontrado boiando às margens de lago, que fica aos fundos da reserva, no dia seguinte.

“Quando fomos investigar a cena do crime, observamos que era muito próximo de onde ocorreu o crime de Felismar e surgiu a hipótese de Osvaldo ter visualizado o autor [do assassinato] e ter sido morto em uma queima de arquivo”, relatou Rodolfo Daltro que ainda contou que ambos ainda estupraram a mulher antes de matarem.

O delegado se mostrou surpreso com a frieza da dupla que teria cometido os crimes na frente do filho das vítimas de apenas 9 anos. A criança teria conseguido fugir no momento que a mãe estava sendo morta. Ainda segundo Daltro, o menor está em estado de choque.

“Perguntamos aos autores se a intenção era também de matar a criança e eles responderam, com extrema frieza, que iam ver o que fazer com ela”, relatou o delegado.

Gelso já estava foragido da justiça pela prática de roubo e dessa vez, ao lado de Geovanne foram autuados em flagrante pela prática de homicídio qualificado e estupro, sendo representado pela decretação da Prisão Preventiva de ambos. Gelso também foi indiciado pela prática do homicídio qualificado contra Felismar Benites.

 

Fonte: SIG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acidente entre caminhonete e caminhão causa uma morte em Itaporã
Polícia

Acidente entre caminhonete e caminhão causa uma morte em Itaporã

15/06/2019 10:27
Acidente entre caminhonete e caminhão causa uma morte em Itaporã
Populares encontram corpos de tio e sobrinho na aldeia
Polícia

Populares encontram corpos de tio e sobrinho na aldeia

15/06/2019 10:14
Populares encontram corpos de tio e sobrinho na aldeia
Mais três morrem na linha de fronteira com o Paraguai
Polícia

Mais três morrem na linha de fronteira com o Paraguai

14/06/2019 15:19
Mais três morrem na linha de fronteira com o Paraguai
Dono de borracharia é executado em Itaquiraí com cinco tiros
Polícia

Dono de borracharia é executado em Itaquiraí com cinco tiros

14/06/2019 14:49
Dono de borracharia é executado em Itaquiraí com cinco tiros
Jovem foi jogado vivo em poço e pediu para autores pararem
Polícia

Jovem foi jogado vivo em poço e pediu para autores pararem

14/06/2019 10:39
Jovem foi jogado vivo em poço e pediu para autores pararem
Últimas Notícias