Dourados – MS segunda, 03 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
CCJ

Com risco de perder cargo, Delcídio pede licença de 100 dias

04 Mai 2016 - 11h01Por Flávio Verão Do Progresso
Delcídio foi preso no fim do ano passado na Lava Jato
 - Crédito: José Cruz/Agência BrasilDelcídio foi preso no fim do ano passado na Lava Jato - Crédito: José Cruz/Agência Brasil
O senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) apresentou na manhã desta quarta-feira (4) um pedido de licença de cem dias para tratar de assuntos particulares.

O pedido foi protocolado na Secretaria-Geral da Mesa do Senado às 8h28 no dia em que a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) vai avaliar se o parecer aprovado nesta terça pelo Conselho de Ética pedindo a cassação de Delcídio respeitou os preceitos legais e constitucionais.

Reportagem da edição de hoje do jornal O Estado de S. Paulo revelou que uma articulação de bastidores empreendida pela cúpula do PMDB do Senado, com apoio de petistas e oposicionistas, pretende acelerar o processo de cassação do ex-líder do governo Dilma Rousseff no Senado.

A intenção é, após o caso passar pelo Conselho de Ética, adotar uma espécie de rito sumário na votação do pedido contra Delcídio.

O presidente da CCJ do Senado, o peemedebista José Maranhão (PB), convocou uma reunião extraordinária do colegiado para esta manhã a fim de avaliar se o parecer sobre Delcídio no Conselho de Ética seguiu as formalidades previstas.

No início da noite de terça, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), recém-saído do PMDB, foi designado relator. Em parecer apresentado à CCJ nesta manhã, o tucano afirmou que o processo de perda de mandato do ex-petista no Conselho respeitou os preceitos legais.

Ferraço disse que o pedido de licença de Delcídio tem por objetivo procrastinar um eventual julgamento em plenário. "Não observei, por parte do Conselho de Ética, qualquer tipo de violação", afirmou o tucano. "Foi dado todo o direito de defesa. Ele que não quis", completou o senador, lembrando que, em várias ocasiões, o colegiado aguardou Delcídio para que apresentasse sua defesa pessoalmente, sem sucesso. Mesmo assim, disse, Delcídio apresentou defesa por escrito.

A ação de peemedebistas visa a aprovar o parecer de Ferraço - que ainda não foi sequer apresentado oficialmente - na CCJ e em seguida tentar apreciar em votação aberta no plenário a cassação do ex-líder do governo nesta tarde. Para isso ocorrer, será preciso, além da votação do parecer, que a CCJ quebre prazos regimentais.

Se não for possível, a intenção é votar a cassação do ex-petista antes da próxima quarta-feira, 11, data em que o Senado deverá votar em plenário o afastamento de Dilma Rousseff.

O movimento suprapartidário para acelerar o processo contra o ex-petista ocorre após o caso envolvendo Delcídio ficar um mês paralisado no Conselho de Ética da Casa. Ele ganhou impulso desde que o senador acusou importantes quadros de PMDB, PT e PSDB em delação premiada, o que lhe permitiu deixar a prisão preventiva.

Estão na lista o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL); o presidente em exercício do PMDB e cotado para assumir o Ministério do Planejamento em um eventual governo Michel Temer, Romero Jucá (RR); os senadores Valdir Raupp (PMDB-RO) e Edison Lobão (PMDB-MA); o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG); a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ao tentar trocar parceira, amigos brigam dentro de motel em Dourados
POLICIAL

Ao tentar trocar parceira, amigos brigam dentro de motel em Dourados

há 6 minutos atrás
Ao tentar trocar parceira, amigos brigam dentro de motel em Dourados
PRF apreende vestuário e eletrônicos estimados em mais de R$ 800 mil em Eldorado
CONTRABANDO

PRF apreende vestuário e eletrônicos estimados em mais de R$ 800 mil em Eldorado

03/08/2020 08:01
PRF apreende vestuário e eletrônicos estimados em mais de R$ 800 mil em Eldorado
Aferição de temperatura é obrigatória em todas as unidades da Agepen
Covid-19

Aferição de temperatura é obrigatória em todas as unidades da Agepen

02/08/2020 09:08
Aferição de temperatura é obrigatória em todas as unidades da Agepen
Homem paga R$ 49 mil em multas para ter carro liberado
POLÍCIA

Homem paga R$ 49 mil em multas para ter carro liberado

01/08/2020 17:05
Homem paga R$ 49 mil em multas para ter carro liberado
Polícia Civil, por meio do SIG, fecha mais uma boca de fumo no Cachoeirinha
Dourados

Polícia Civil, por meio do SIG, fecha mais uma boca de fumo no Cachoeirinha

31/07/2020 15:04
Polícia Civil, por meio do SIG, fecha mais uma boca de fumo no Cachoeirinha
Últimas Notícias