Dourados – MS domingo, 07 de março de 2021
Dourados
33º max
23º min
Cassems
Tiroteio

Casal é executado com 45 tiros de 9mm em rua de Ponta Porã

11 Mai 2016 - 19h00
Os executores estavam em duas motocicletas e teriam disparado contra o casal que morreu no local; não se sabe ainda a motivação. - Crédito: Foto: Capitan BadoOs executores estavam em duas motocicletas e teriam disparado contra o casal que morreu no local; não se sabe ainda a motivação. - Crédito: Foto: Capitan Bado
Um casal de Ponta Porã foi brutalmente assassinado na manhã de ontem na cidade de fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Foram pelo menos 45 tiros disparados contra os dois que morreram dentro do carro que ocupavam, um Hyundai I30. A execução ocorreu no bairro Ignez Andreazza, ao lado de um campo de futebol, em uma rua paralela ao aeroporto de Ponta Porã.


Kelly Silgueiro Peralta, de 30 anos, nutricionista, e Rafael Alves Borges, de 29 anos, fiscal tributário da Receita Federal em Ponta Porã estavam no carro com placas de Campo Grande.


O crime aconteceu por volta de 11h46 e os tiros seriam de pistola 9 milímetros, disparados pelos autores que estavam em duas motos de origem estrangeira.


Kelly dirigia o veículo e tinha o marido como passageiro. Eles seguiam para a casa dos pais, que residem no bairro. Segundo a polícia, foram encontrados 4,7 mil dólares dentro do carro.


"A própria família se cala, como costuma acontecer em crimes desse tipo. Os populares das cercanias dos fatos, todos estão com medo", afirmou o delegado responsável pelas investigações, Patrick Linares da Costa, ao site Campo Grande News.


Até agora não se sabe o que poderia ter sido o motivo do crime, embora as características sejam de acerto de contas. O irmão da vítima foi assassinado recentemente em Cuiabá por suposto acerto de contas do tráfico.
Cristhian Silgueiro Peralta, irmão de Kelly, foi morto a tiros em 12 de maio do ano passado, na cidade de Santo Antonio do Leverger, a 36 km de Cuiabá, no Mato Grosso.


Peralta já tinha escapado de um atentado à bala em Pedro Juan Caballero, em setembro de 2012, quando homens armados com fuzis dispararam vários tiros no Corola em que ele estava com Evandro dos Santos. Os dois sofreram apenas ferimentos leves.


Na noite de 12 de maio de 2015, no entanto, Peralta não escapou dos pistoleiros que invadiram a casa dele na cidade mato-grossense. Ele tentou correr, mas foi alcançado e morto a tiros de revólver calibre 38.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto prevê renda básica durante calamidade pública ou emergência
Política

Projeto prevê renda básica durante calamidade pública ou emergência

04/03/2021 12:30
Projeto prevê renda básica durante calamidade pública ou emergência
Polícia Civil prende três indivíduos por receptação em Rio Brilhante
Polícia

Polícia Civil prende três indivíduos por receptação em Rio Brilhante

04/03/2021 10:12
Polícia Civil prende três indivíduos por receptação em Rio Brilhante
PMA de Mundo Novo resgata lobinho ferido à margem da rodovia BR 163 depois de atropelamento
Polícia

PMA de Mundo Novo resgata lobinho ferido à margem da rodovia BR 163 depois de atropelamento

04/03/2021 09:56
PMA de Mundo Novo resgata lobinho ferido à margem da rodovia BR 163 depois de atropelamento
Proposta isenta de taxas o veículo recuperado pela polícia após furto
Política

Proposta isenta de taxas o veículo recuperado pela polícia após furto

03/03/2021 16:00
Proposta isenta de taxas o veículo recuperado pela polícia após furto
Comissão de Orçamento aprova relatório com previsão de R$ 1,595 tri
Política

Comissão de Orçamento aprova relatório com previsão de R$ 1,595 tri

03/03/2021 15:30
Comissão de Orçamento aprova relatório com previsão de R$ 1,595 tri
Últimas Notícias