Dourados – MS quinta, 05 de agosto de 2021
Dourados
26º max
14º min
Policia

Cacique denuncia, novamente, violência na Reserva de Dourados

07 Abr 2011 - 22h27
Cacique Renato quer policiamento nas aldeias - Crédito: Foto: DivulgaçãoCacique Renato quer policiamento nas aldeias - Crédito: Foto: Divulgação
DOURADOS - O cacique da tribo Guarani Renato de Souza, de Dourados, e outras dezenas de lideranças de Caarapó e Maracaju estiveram, na terça-feira, na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul para reivindicar segurança na Reserva Indígena de Dourados e outros municípios.
Renato e outros indígenas foram recebidos em audiência na Assembleia onde também estavam delegados e promotores. Segundo ele, os índios querem policiamento ostensivo nas aldeias Bororó e Jaguapiru, em Dourados, onde se registra elevado índice de criminalidade.

As famílias estão apavoradas com a situação, já que eles perderam a liberdade de transitar pelas estradas vicinais onde vem ocorrendo assaltos à mão armada, espancamentos, estupros e outros crimes.

Recentemente, na Aldeia Bororó, duas crianças foram violentadas. Uma das vítimas, uma menina foi estuprada pelo próprio pai que é mestiço, conta Renato. Ele está preso em Dourados. A outra menina, de seis anos, sofreu violência ontem por volta das 10h. A polícia está no encalço do acusado.
Renato e lideranças da região questionam se, de fato, a polícia estaria proibida de entrar das aldeias porque se não for verdade eles pretendem exigir a implementação de um posto policial fixo na entrada na Reserva.

De acordo com Renato, a violência na aldeia já chegou às escolas. “Alunos da Escola Francisco Meirelles reclamaram que pessoas invadiram o local e passaram a agredir. Eles falaram que foi uma milícia que chegou para apartar uma briga de crianças. Teve um que chegou armado com revólver e surraram crianças. A escola não fica na aldeia, é na Missão Caiuiás. A chefia deveria ter impedido isto. E se acontecesse alguma coisa mais grave?”, questiona. Renato acredita que por tudo isto, a presença da polícia, seja a PM ou a Guarda, seja necessária na Reserva de Dourados, como nas outras aldeias do estado.

Renato diz que por enquanto procurou a imprensa para fazer um alerta, mas previne que pretende apelar ao Ministério Público, para denunciar a situação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dono de conveniência é preso por tráfico de drogas em Dourados
Polícia

Dono de conveniência é preso por tráfico de drogas em Dourados

05/08/2021 09:00
Dono de conveniência é preso por tráfico de drogas em Dourados
Homem é sequestrado, colocado em porta-malas e quase morre queimado na Capital
Polícia

Homem é sequestrado, colocado em porta-malas e quase morre queimado na Capital

05/08/2021 07:30
Homem é sequestrado, colocado em porta-malas e quase morre queimado na Capital
Para aprimorar técnicas, servidores da Agepen realizam treinamento de Operações Especiais Prisionais em SP
Polícia

Para aprimorar técnicas, servidores da Agepen realizam treinamento de Operações Especiais Prisionais em SP

04/08/2021 15:00
Para aprimorar técnicas, servidores da Agepen realizam treinamento de Operações Especiais Prisionais em SP
Família procura por rapaz de 29 anos desaparecido na segunda-feira
Polícia

Família procura por rapaz de 29 anos desaparecido na segunda-feira

04/08/2021 11:30
Família procura por rapaz de 29 anos desaparecido na segunda-feira
Casal do tráfico é preso em Dourados com mais de 50 pinos de cocaína
Polícia

Casal do tráfico é preso em Dourados com mais de 50 pinos de cocaína

04/08/2021 11:00
Casal do tráfico é preso em Dourados com mais de 50 pinos de cocaína
Últimas Notícias