Dourados – MS segunda, 28 de setembro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Opinião

Racismo

10 Nov 2015 - 07h00
Há correntes na antropologia física, que dividiu a espécie humana em cinco raças com diferenças consequentes das influências ambientais sobre uma forma ancestral única e comum a todos os homens. Essa teoria estabelece que todos os homens têm uma origem comum.

Ao afirmar a existência de raças, viabiliza-se o possível estabelecimento de um vínculo entre elas e culturas.
O RACISMO pode ser definido como uma doutrina segundo a qual todas as manifestações culturais, históricas e sociais do homem e os seus valores dependem da raça e, ainda, que existe uma raça superior que se destina a dirigir o gênero humano. As concepções racistas - A RECUSA DO ESTRANHO – são fenômeno antigo, porém a arquitetura teórica é de meados do século XIX com o francês Gobineau, considerado o fundador da teoria racista, que “as grandes raças primitivas branca, amarela, negra, que formavam a humanidade, não eram só desiguais em valor absoluto e, sim, em aptidões particulares.

Após Primeira Guerra Mundial, o racismo foi visto como um mito consolador, uma fuga da depressão da derrota, e assim, estendeu-se tal mito como carro-chefe base para a política da Segunda Guerra Mundial.
Enfim, as teorias raciais pretendem: a) que existem raças; b) são biológicas e geneticamente diferentes; c) que há raças atrasadas e adiantadas, inferiores e superiores; d) que as raças atrasadas e inferiores não são capazes de desenvolvimento intelectual e estão naturalmente destinadas ao trabalho manual, pois sua razão seria pequena e não conseguem compreender ideias mais complexas e avançadas; e) que as raças “adiantadas” e “superiores” estão naturalmente destinadas a dominar o planeta e que, para isso, tem o direito de exterminar as raças atrasadas e inferiores; f) que deve haver segregação racial ao bem das superiores.
Percebe-se de imediato que as teorias racistas estão a serviço da violência, da opressão, da ignorância e da destruição. Raça é uma palavra inventada para avaliar, julgar e manipular diferenças biológicas e genéticas e para justificar a violência contra seres humanos.

O que se pretende mostrar com estas reflexões é a repercussão devastadora da doutrina racista tais sejam:
Os fundamentos da doutrina racista são falsos e os desdobramentos da prática são inúteis e indesejáveis porque são criminosos.

Embora proibidas pelo texto constitucional brasileiro, práticas racistas ainda estão enraizadas em certa monta na consciência de grupos.
Para alertar que ainda persistem em pleno século XXI.
E que vem se ampliando em todos os níveis, desde o acesso a locais públicos, como movimentos humanos migratórios.

Cuidado! Quando se dissemina que o diferente é escolhido como bode expiatório para os males sociais, como desemprego, marginalidade, explosão urbana, etc.

Deixe seu Comentário