Dourados – MS segunda, 21 de setembro de 2020
Dourados
26º max
15º min
Impeachment

Votação do impeachment não atrai público na Capital e Dourados

18 Abr 2016 - 06h00
Manifestantes a favor do impeachment acompanharam a votação por telão em frente ao prédio do MPF na Capital. - Crédito: Foto: Elvio LopesManifestantes a favor do impeachment acompanharam a votação por telão em frente ao prédio do MPF na Capital. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
O campo-grandense preferiu ficar em casa e assistir à votação do impeachment na Câmara Federal, ou realizar outra atividade no domingo, do que ir para a rua para acompanhar os votos, transmitidos ao vivo, desde às 13h. Uma parcela dos manifestantes a favor do impeachment se reuniu na Avenida Afonso Pena, em frente ao prédio do Ministério Público Federal e a outra, contra o impedimento da presidente Dilma Rousseff, na Praça Ary Coelho, ambas acompanhando em telões os votos e discursos dos líderes de partidos na maior parte da tarde de ontem. Em Dourados não foi diferente. Cerca de 100 pessoas, favoráveis ao impeachment, se reuniram na praça Antônio João.


Depois de desmontar as barracas do acampamento no canteiro central da Afonso Pena, em frente ao MPF, cerca de 100 pessoas do movimento Reaja Brasil acompanharam, sentados à sombra, em uma temperatura próxima aos 35 graus, a votação transmitida ao vivo da Câmara dos Deputados. As principais lideranças foram a Brasília em uma caravana, para acompanhar a votação nas imediações do Congresso Nacional.


Já os contrários ao impedimento da presidente, a maioria integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), se concentrou na Praça Ary Coelho desde a noite de sábado, quando foram realizadas várias atividades para demonstrar que a votação se constituiria em um golpe contra País.


Entre os manifestantes, o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) e ex-deputado federal, Antonio Carlos Biffi, que acompanhava a votação pelo telão e contabilizava os votos da sessão histórica da Câmara Federal por um aplicativo do telefone celular.


A manifestação na Praça Ary Coelho foi organizada pela Frente Brasil Popular de Mato Grosso do Sul e até o final da tarde de ontem reunia, também abrigados à sombra das frondosas árvores do passeio público, cerca de 100 manifestantes, que a cada discurso a favor do impeachment, vaiava o orador e, nos votos contra aplaudiam os deputados.




Em Dourados, o telão foi montado no espaço da cocha acústica da praça. O público começou a chegar por volta das 16h30, quando o sol começou a enfraquecer. Muitos deles assistiram a votação na companhia do famoso tereré.

Deixe seu Comentário