Dourados – MS sábado, 19 de setembro de 2020
Dourados
30º max
20º min
Dia-a-Dia

Temporal provoca alagamentos em vários pontos de Dourados

26 Nov 2015 - 09h03
Forte chuva na manhã de ontem alagou a Rua Coronel Ponciano e adentrou a rampa da prefeitura. - Crédito: Foto: Cido CostaForte chuva na manhã de ontem alagou a Rua Coronel Ponciano e adentrou a rampa da prefeitura. - Crédito: Foto: Cido Costa
Um temporal na manhã de ontem em Dourados causou alagamentos, derrubou árvores e destelhou casas. A chuva e vento forte duraram aproximadamente 1h50 e a precipitação foi 60 milímetros, calcula a Defesa Civil.
Em Dourados, houve enchentes em vários bairros. Entre as regiões mais afetadas estão a Vila Cachoeirinha, mas não houve trasbordamento do Córrego Água Boa, apenas a enxurrada por causa do grande volume de chuva em tão pouco tempo, especialmente na Rua 14 e a Via Park, de acesso entre aquela região e o BNH 4º Plano.

A Rua Coronel Ponciano, de acesso aos cemitérios públicos também encheu de água. O mesmo ocorreu na região do Centro Administrativo Municipal (CAM), na mesma via que também dá acesso à sede do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) que enfrentou alagamento.

Outro local alagado foi na Parque das Nações II plano, quando uma enxurrada que saiu da BR-163 alagou cerca de oito casas. A Defesa Civil foi chamada e resolveu a situação dos moradores. Em algumas casas a água subiu de três a quatro centímetros.

Outro alagamento foi nos dois túneis que ligam o Parque das Nações I e II, sob a BR 163. Um veículo Gol chegou ficar preso na lama, mas retirado com ajuda de um guincho. O local ficou interditado até que a prefeitura desobstruísse com as máquinas.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, João Vicente Chencarek, o trecho estava livre desse tipo de problema desde o início da atual administração municipal, graças a diversos serviços desenvolvidos no local, incluindo a construção de valas de escoamento, que impediam a chegada da água da chuva até ao túnel.

As informações, no entanto, são de que recentemente a empresa responsável pela manutenção da rodovia BR-163 teria feito algumas intervenções próximas ao local, ocasionando a obstrução dessas valas.

O túnel é um dos principais acessos entre o Parque das Nações I e o Parque das Nações II, além de outros bairros, com fluxo intenso de veículos de todos os tipos e pedestres. A ação rápida da prefeitura permitiu a liberação do acesso em menos de uma hora depois que a chuva cessou. As 11h30 não havia mais enxurrada no túnel.

Chencarek diz que a situação de ontem foi totalmente atípica, porque se tratou de uma chuva súbita, com volume intenso em pouco tempo.

Segundo dados da Defesa Civil, em apenas uma hora foram registrados 50 milímetros de chuva. “É muito para qualquer galeria de água pluvial suportar”, explica Chencarek, lembrando que o solo já estava bastante úmido por conta das chuvas que têm ocorrido quase que diariamente nos últimos dias.

De acordo com Chencarek, ao tomar conhecimento da situação do túnel o prefeito Murilo determinou que equipes da prefeitura fossem até ao local para tomar providencias, desobstruindo os canais de passagem da água e interditando o local para evitar possíveis acidentes.

Ele informou que não houve registro de famílias desabrigadas e que justificasse a remoção. A Defesa Civil teve cerca de 30 chamados, incluindo quedas de árvores e destelhamento de casas.

O mês de novembro, de acordo com a Defesa Civil, já registrou 290 milímetros de chuva em Dourados e a média, conforme estatísticas dos últimos 30 anos para esse período, é de 150 milímetros no mês todo.

Deixe seu Comentário