Dourados – MS terça, 20 de outubro de 2020
Dourados
32º max
20º min
Influx
Dia-a-Dia

Tapa-buraco não resiste à 1ª chuva

04 Jul 2011 - 22h46
Com a chuva buraqueiras voltaram a aparecer nas ruas da cidade de Dourados - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSOCom a chuva buraqueiras voltaram a aparecer nas ruas da cidade de Dourados - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSO
Flávio Verão


DOURADOS – A operação tapa-buraco finalizada há pouco mais de 60 dias já está praticamente perdida. Os R$ 2 milhões de investimentos feitos com recursos próprios pela Prefeitura de Dourados não foi suficiente para aguentar a primeira chuva que caiu na cidade. Os usuários de trânsito tiveram pouco tempo para trafegar por ruas recuperadas.


Os trechos mais críticos da cidade são aqueles que recebem maior fluxo de veículos. Nestes, a buraqueira é um tormento e faz com que o fluxo se torne mais lento. A Avenida Marcelino Pires, a principal de Dourados, está castigada. Outras vias de acesso que também já estão se tornando críticas é a Hayel Bon Faker, Monte Alegre e a Oliveira Marques.




A única categoria privilegiada com a buraqueira que volta a reaparecer na cidade é oficina mecânica e profissionais que prestam este tipo de serviço. Além dos prejuízos aos veículos, os buracos refletem em aumento no número de acidentes – cada um deles custa, em média, R$ 7,6 mil aos cofres públicos.

A meteorologia aponta tempo firme nesta semana. Isso significa menos buracos a serem abertos na malha asfáltica da cidade. Até sábado o sol deve aparecer entre nuvens. Pancadas de chuva podem ocorrer no próximo domingo e segunda-feira.


A licitação será de R$ 15 milhões e pretende garantir o recapeamento de trechos das ruas principais onde o tapa-buraco não resolve mais o problema.

Recapeamento

O serviço de tapa-buraco sempre foi uma medida paliativa adotada pelas prefeituras. Com a chuvarada de verão entre o final do ano passado e início desse ano as ruas de Dourados se tornaram um caos.

O próprio prefeito disse que o tapa-buraco foi um serviço emergencial por causa da situação que Dourados se encontrava. Entretanto, existem algumas ruas em que a buraqueira só vai ser resolvida com o recapeamento completo devido à deterioração do asfalto.

Na segunda-feira passada seria realizada a licitação para contratação da empresa responsável em executar serviço de recapeamento, tapa-buraco e remendo profundo na malha asfáltica. Não deu certo. Uma das empresas entrou com recurso e o processo foi adiado. Uma nova data para o certame será marcada.

Deixe seu Comentário