Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Posse

Segurança empossa adjunto, delegado e superintendente

13 Abr 2016 - 06h00
Carlos Videira,  governador Reinaldo Azambuja, Marcelo Vargas, e José Carlos Barbosa. - Crédito: Foto: Elvio LopesCarlos Videira, governador Reinaldo Azambuja, Marcelo Vargas, e José Carlos Barbosa. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
Em concorrida solenidade realizada na noite de segunda-feira, na Academia de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul (AcadepolMS), assumiram os cargos de secretário Adjunto de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) o delegado Antonio Carlos Videira; como superintendente da Sejusp, o coronel PM RR, Deusdete Souza de Oliveira Filho e delegado-Geral de Polícia Civil, Marcelo Vargas Lopes. As posses foram realizadas pelo governador Reinaldo Azambuja.


O governador destacou a importância da integração entre as polícias no Estado, citando como exemplo as posses de Videira, Oliveira e Vargas, dois policiais civis e um militar, uma demonstração de que a segurança no MS caminha num rumo só, em benefício da população sul-mato-grossense. Ele voltou a agradecer ao Ministério Público Estadual (MPE) pela cedência de dois de seus procuradores para a pasta da Sejusp durante um ano e três meses e destacou os trabalhos do ex-secretário Silvio Cesar Maluf e seu adjunto Helton Fonseca Bernardes como de grande importância para a administração estadual.


"Vamos continuar trabalhando dentro dos limites de responsabilidades, valorizando o nosso servidor e procurando soluções salariais sem superar o teto constitucional e buscar recursos que nos são devidos pela União para continuar levando melhores serviços à população", destacou Reinaldo, afirmando que deposita inteira confiança nos empossados naquela noite, a quem desejou sucesso em suas respectivas funções.


O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, destacou a competência de cada um dos empossados, afirmando que Carlinhos, Oliveira e Marcelo Vargas serão colaboradores estreitos na superação dos desafios que a pasta tem pela frente. "São profissionais capacitados e competentes para desempenharem suas funções com sucesso e para melhoria da segurança de nosso povo", afirmou.


O deputado estadual Júnior Mochi, presidente da Assembleia Legislativa, explicou o sistema de distribuição de recursos por parte da União, que destina verbas fixas para a Saúde e Educação e deixa a Segurança Pública sob responsabilidade apenas do Estado. "Mas vamos colaborar com o governo destinando emendas que possam dar continuidade ao trabalho do Governo do Estado na área de segurança", garantiu Mochi.


O presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol/BR), Carlos Eduardo Benito Jorge, destacou os avanços da segurança no MS, lembrando que a maioria dos estados brasileiros enfrenta problemas nessa área, tanto estruturais, quanto salariais. "Aqui verificamos que o governo paga em dia os salários, uma demonstração de que o governador Reinaldo realiza uma gestão com eficiência, faz a segurança pública com um mesmo objetivo, com quadros das polícias Civil e Miltar, enquanto outros estados passam por dificuldades", afirmou Dudu, que também lembrou dos serviços prestados pelo ex-delegado-geral, Roberval Maurício Cardoso e que conhece o trabalho de Marcelo Vargas, capacitado para o cargo e com a responsabilidade de atuar pela união de todos em prol do cidadão sul-mato-grossense e brasileiro.

Tempo


O novo delegado-Geral de Polícia Civil, Marcelo Vargas Lopes emocionou-se durante seu discurso de posse, principalmente ao recordar as ausências do meio familiar quando em missão como policial; enumerou algumas das funções que exerceu nos 28 anos de carreira; os casos mais difíceis que esclareceu com suas equipes e afirmou que vai trabalhar pela valorização da categoria e ampliar o combate à criminalidade. "Vamos fazer mais com o mesmo, para no futuro realizar mais com mais", destacou Marcelo Vargas.

Despedida


O ex-delegado-geral, Roberval Maurício Cardoso Rodrigues despediu-se do cargo destacando o trabalho de seus antecessores que transformaram a Polícia Civil em uma instituição forte e que tem orgulho de ser policial civil.
Ele desejou sucesso a seu sucessor e afirmou que, mesmo aposentado, vai continuar sendo um policial civil. "O sucesso da Polícia Civil é o sucesso da sociedade e o sucesso de Marcelo Vargas, será o sucesso da Polícia Civil", despediu-se Rodrigues.

Deixe seu Comentário