Dourados – MS quarta, 02 de dezembro de 2020
Dourados
33º max
23º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
Dia-a-Dia

Secretário destaca avanço da saúde em Dourados

15 Fev 2016 - 09h31
O secretário de Saúde, Sebastião Nogueira diz que números mostram que decisão do prefeito Murilo em assumir HV foi acertada. - Crédito: Foto: DivulgaçãoO secretário de Saúde, Sebastião Nogueira diz que números mostram que decisão do prefeito Murilo em assumir HV foi acertada. - Crédito: Foto: Divulgação
Administrados há 14 meses pela Prefeitura de Dourados, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Hospital da Vida passaram mais uma vez por uma “prova de fogo” no feriadão de Carnaval.


Com movimento intenso, as duas unidades de urgência e emergência atenderam milhares de pacientes nos 11 primeiros dias de fevereiro, principalmente no fim de semana.


De acordo com os relatórios da Fundação de Serviços de Saúde de Dourados (Funsaud), foram 5.487 atendimentos nas duas unidades de 1º a 11 de fevereiro, o que representa 22 atendimentos por hora, ou um atendimento a cada três minutos. Foram 2.465 pessoas que passaram pelo hospital e pela UPA nesse período e todas foram atendidas.


O secretário municipal de Saúde Sebastião Nogueira disse que os números provam que foi acertada a decisão de trazer para o município de Dourados a responsabilidade de gerenciar a UPA e o Hospital da Vida – única unidade hospitalar de urgência e emergência a atender pelo SUS em toda a região, formada por 32 municípios.


Ainda em 2014, por determinação do prefeito Murilo, Sebastião Nogueira assumiu a missão de administrar a então recém-inaugurada UPA e o hospital, que era gerenciado por uma empresa particular e estava totalmente sucateado. Para isso foi criada a Funsaud.


“Naquele momento iniciamos uma revolução no sistema de saúde de Dourados, que ainda tem muito para avançar, sabemos disso, mas que evoluiu muito graças à determinação do prefeito Murilo e o apoio de nossos deputados e de nossa equipe. Hoje o Hospital da Vida é uma nova unidade hospitalar, com quadro de profissionais condizente com a necessidade, com equipamentos modernos e instalações adequadas. Acabamos com as internações em cadeiras de fio nos corredores, que era comum quando a prefeitura assumiu o hospital”, afirmou o secretário.

Mais números


Os relatórios de atendimentos elaborados pela Funsaud revelam mais números interessantes desse período de Carnaval, quando normalmente a procura pelas unidades de saúde de urgência e emergência aumenta consideravelmente.


No Hospital da Vida foram 1.165 atendimentos ambulatoriais a 835 pacientes de 1º a 11 de fevereiro, com destaque para o dia 2, quando 166 procedimentos foram realizados. Já o número de internações foi de 144 pacientes no período.


É na UPA que ocorre a maior parte dos atendimentos. A unidade localizada na Rua Coronel Ponciano, recebe todos os pacientes com necessidade de atendimento de urgência e também pessoas com algum problema de saúde que procuram o local quando os postos dos bairros estão fora do horário de expediente.


Foram 4.322 procedimentos realizados na UPA nos 11 primeiros dias de fevereiro, com 1.630 pacientes atendidos. O levantamento mostra que a maior parte dos atendimentos ocorreu no feriadão de Carnaval. Foram 1.838 procedimentos de 1º a 5 e 2.417 entre os dias 6 e 10.Nos primeiros 11 dias de fevereiro, a UPA de Dourados fez uma média de 400 atendimentos por dia, quase 17 por hora.

Deixe seu Comentário