Dourados – MS quinta, 24 de setembro de 2020
Dourados
33º max
17º min
Dia-a-Dia

Raphael Matos quer urgência em recuperação da Via Parque

22 Fev 2016 - 09h47
Via Parque, nas proximidades da Vila Cachoeirinha, está praticamente intransitável, devido a quantidade de buracos. - Crédito: Foto: DivulgaçãoVia Parque, nas proximidades da Vila Cachoeirinha, está praticamente intransitável, devido a quantidade de buracos. - Crédito: Foto: Divulgação
A recuperação da malha asfáltica na Via Parque, localizada nos fundos da Vila Cachoeirinha, foi um dos destaques discutidos pelo vereador Raphael Matos (PTB) durante a sessão ordinária da semana passada.


“Temos constatado e também recebido reclamações permanentes de moradores e pessoas que trafegam por esta via, e sabemos da péssima situação atual, uma vez que está praticamente intransitável”, relata Raphael.


Segundo ele, a indicação, com imagens do local, foi encaminhada aos secretários das pastas competentes e também ao chefe do poder executivo, solicitando que sejam tomadas providências que o caso requer.


“Sabemos das dificuldades que as administrações municipais vêm passando em nível de país, contudo, esta pavimentação foi realizada recentemente e a situação em que se encontra é lastimável”, completa o vereador.


Moradores e comerciantes da Rua Eulália Pires têm reclamado muito com a atual situação do trânsito na Via Parque, já que o volume de veículos e caminhões tem aumentado de forma significativa nesta via.


“Os moradores tem total razão de reclamar e nos cobrar uma atitude quanto este problema, pois com o aumento de veículos transitando nesta rua, também aumenta e muito o risco de acidentes. Contudo, temos a confiança junto ao poder executivo para que possa atender as reivindicações da população desta região, as quais são mais do que justas”, finalizou Raphael Matos.


Nas últimas semanas moradores no entorno da Via Parque têm improvisado trapa-buraco. Eles colocam entulhos de restos de construções nos buracos.

Via Parque


A Via Parque foi projetada pelo prefeito Murilo para facilitar o acesso entre essas regiões da cidade e principalmente para criar uma rota alternativa entre o aeroporto e cidade universitária e a saída de Dourados para Ponta Porã e região sul do país.


A obra teve início em administrações anteriores, mas ficou vários anos abandonada, sendo retomada na administração do prefeito Murilo, quando foram feitas desapropriações e remoção de famílias que moravam às margens do Córrego Água Boa e levadas para outros bairros.


A prefeitura investiu pelo menos R$ 5,6 milhões na construção da Via Parque, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Deixe seu Comentário