Dourados – MS quarta, 23 de setembro de 2020
Dourados
30º max
15º min
Edições Especiais

Projetos habitacionais marcam gestão de Humberto Teixeira

18 Dez 2015 - 11h48
Humberto Teixeira administrou Dourados de 1993 a 1996. - Crédito: Foto:  Acervo O PROGRESSOHumberto Teixeira administrou Dourados de 1993 a 1996. - Crédito: Foto: Acervo O PROGRESSO
Marcos Morandi


A gestão do prefeito Humberto Teixeira (1993-1996) ficou na memória de Dourados como uma das que mais priorizou o setor habitacional. Alguns de seus projetos ajudaram a solucionar boa parte dos problemas da época. É o caso do Canaã, com a construção de 1.851 casas. Além disso, a administração de Humberto entregou 3.200 lotes urbanizados.


“Quando assumimos a prefeitura, procurei implantar um programa de governo bem amplo, mas que tinha a missão de dar algumas respostas à população em relação à educação, saúde, segurança, geração de empregos, lazer moradia”, lembra o ex-prefeito, durante entrevista exclusiva ao O PROGRESSO.


Segundo ele, a questão habitacional chamou atenção, principalmente pela grande demanda de atendimento às famílias de baixa renda. “O projeto Canaã nasceu de uma realidade existente à época – os acampamentos de lonas pretas que abrigavam 913 famílias”, explica Humberto. Ele montou uma equipe que contava com o apoio de lideranças das igrejas católicas e evangélicas. “O nome do projeto foi sugerido por essas pessoas e fazia uma alusão à ‘Terra Prometida’. Ao todo, foram construídos sete conjuntos habitacionais.


O ex-prefeito ressalta que não foram só as obras físicas que trouxeram benefícios para a cidade. No setor de Educação, foram entregues 78 novas salas de aula e, com recursos do Governo Federal, foi construído o CAIC Neil Fioravante, no Parque Nova Dourados. Segundo ele, a gestão também direcionou o olhar para a melhoria do piso salarial dos professores.


“A Saúde também foi priorizada, com a melhoria do atendimento nos postos já existentes e, com a construção de novas unidades no Jardim Água, Izidro Pedrozo, Flórida e Maracanã”, observa.


O ex-prefeito destaca, ainda, a construção do Centro de Convivência do Idoso, o Parque dos Ipês, o Teatro Municipal e a pavimentação de mais de dois milhões de metros quadrados de asfalto. “O parque dos Ipês, que hoje é considerado um dos cartões postais da cidade, era uma área do Governo do Estado que estava abandonada. Fiz um projeto na época que ainda era deputado estadual, para a construção de uma área de lazer, que incluiu o Teatro Municipal”, lembra Humberto, que também foi responsável pela criação da Guarda Municipal. Segundo ele, o que mais lhe deu satisfação, foi a implementação de um projeto social voltado para o atendimento de crianças carentes. “Por meio do projeto Menino que Brilha, muitas crianças tiveram a oportunidade de construir um futuro melhor e tornarem-se profissionais respeitados em diversas áreas”, pondera.
Humberto Teixeira é produtor rural, nascido em Guananbi (BA). Chegou em Dourados na década de 1960. Além de prefeito, foi deputado estadual em 1990 e candidato a vice-governador de Ricardo Bacha em 1998.

Deixe seu Comentário