Dourados – MS segunda, 26 de outubro de 2020
Dourados
28º max
20º min
Influx
Dia-a-Dia

Professores podem aderir a greve

17 Mai 2011 - 22h13
Durante assembleia professores marcam indicativo de greve - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSODurante assembleia professores marcam indicativo de greve - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSO
DOURADOS – Os professores da rede municipal de ensino podem entrar em greve na próxima segunda-feira, caso não recebam uma contraproposta da prefeitura até sexta-feira.

Ontem de manhã a categoria realizou uma assembleia na sede do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted), onde mais de 200 profissionais participaram. Como a categoria não recebeu contraproposta que o município havia prometido, a categoria resolveu marcar indicativo de greve e encaminhar para a prefeitura um oficio cobrando uma contrapro-posta até sexta-feira.

O presidente do Simted, José Carlos Brumatti informou que na semana passada o prefeito Murilo Zauith foi até o Simted e ficou de enviar uma contraproposta para a categoria, que foi aguardada até a manhã desta terça-feira. “Como o prefeito não enviou resposta, a categoria decidiu marcar o indicativo de greve”, ressaltou Brumatti.

A categoria está reivindicando equiparação salarial com os vencimentos dos servidores do Estado, algo equivalente a 30%. O município ofereceu uma reposição na regência de 6% ao ano. No término de cinco anos os vencimentos da categoria ficaria equiparada ao do Estado. No entanto, essa regência o município quer pagar apenas para os professores em sala de aula.
Segundo Brumatti, a categoria não aceita essa proposta porque considera que os inativos ou professores afastados da sala de aula por motivo de doença, também têm direito ao benefício.

Brumatti informou que na próxima sexta-feira será realizada mais uma assembleia para avaliar o indicativo de greve por tempo indeterminado, que começa na segunda-feira. “Caso até lá o município não envie uma resposta para a categoria, é possível que venha aderir a uma greve por tempo indeterminado”, acrescentou o sindicalista.

PREFEITURA – A Assessoria de Imprensa da Prefeitura informou que o prefeito Murilo Zauith e o secretário municipal de Educação, Walteir Betoni, vão se reunir essa semana e avaliar uma contraproposta que deverá ser entregue antes da assembleia. Segundo a Assessoria, o prefeito está aberto a negociações e não vai deixar os profissionais sem resposta a mais essa nova negociação salarial.

Deixe seu Comentário