Dourados – MS quarta, 21 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Dia-a-Dia

Produtor terá que socorrer prefeitura

22 Mar 2011 - 22h54
Reunido com produtores, secretário pediu ‘socorro’ para cedência de maquinário - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSOReunido com produtores, secretário pediu ‘socorro’ para cedência de maquinário - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSO
DOURADOS – Os produtores rurais de Dourados e região foram “intimados” a colaborar com a cedência de maquinário para a recuperação das estradas vicinais, prejudicadas pelo excesso de chuvas nos últimos meses. O apelo foi feito ontem pelo secretário de Obras, Jorge De Luccia. Ele alegou que o município não dispõe de maquinário para execução do serviço. Os produtores também dizem não possuir máquinas e caminhões suficientes e questionaram a aplicação do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul), imposto recolhido justamente para a manutenção das rodovias do Estado.

A reunião entre prefeitura e ruralistas aconteceu ontem pela manhã no Sindicato Rural de Dourados. Uma comissão de produtores cobrou do município o início das obras de recuperação das estradas, já que uma parte da produção ainda precisa ser escoada. A preocupação é com o plantio do milho safrinha, que já deveria ter começado mas também foi prejudicado pelo excesso de chuvas e a péssima condição das estradas da região.

O vereador Gino Ferreira (Dem), que participou da reunião, cobrou a aplicação do Fundersul, imposto pago pelos produtores justamente para garantir a manutenção das rodovias estaduais. Somente para este ano, a previsão de arrecadação do imposto é de R$ 176 milhões para todo o MS. No ano passado, a arrecadação chegou a R$ 182 milhões, sendo que 25% (ou R$ 44 milhões) do total foram destinados aos municípios. “O produtor já paga um valor nada barato pelo Fundersul e agora ainda precisa arrumar maquinário para recuperar as estradas?”, questionou.

Os produtores lembraram que diversas máquinas e equipamentos foram adquiridos pela prefeitura na gestão do ex-prefeito Laerte Tetila. Em 2009, o ex-prefeito Ari Artuzi (PDT) também chegou a adquirir diversos equipamentos, que inclusive ficaram ‘expostos’ em frente ao prédio da administração municipal.

#####Manutenção

De Luccia disse que o prefeito Murilo Zauith (Dem) já determinou um levantamento criterioso da situação das estradas vicinais da região, mas adiantou que o problema não é recente. “A situação das estradas é crítica porque não houve manutenção nas administrações anteriores”, reclamou.

Aos produtores, o secretário solicitou a elaboração de um cronograma de trabalho na zona rural e pediu que os próprios produtores auxiliem o município a providenciar as máquinas necessárias para o serviço. “A Prefeitura não tem máquinas para isto. Por isto, pedimos o apoio de quem puder colaborar”, afirmou.


O secretário também informou que, após o trabalho de recuperação emergencial, irá solicitar ao prefeito a composição de duas equipes de manutenção, com pelo menos 10 equipamentos cada, entre máquinas e caminhões. “É preciso fazer um trabalho permanente para evitar o mesmo problema em toda safra”, garantiu.

#####Levantamento

Logo após a reunião, os produtores já iniciaram a elaboração de um relatório sobre a situação das estradas, que deverá ser entregue à prefeitura nos próximos dias. “Vamos apontar os prontos mais críticos para que o trabalho seja imediato”, destacou o presidente do Sindicato Rural, Marisvaldo Zeuli.

Somente em Dourados, são 968 quilômetros de estradas rurais, além de 300 corredores utilizados para escoamento da safra. “Não é um trabalho a ser feito do dia para a noite. Os produtores precisam ter paciência, mas o trabalho também exige muito empenho da prefeitura”, avaliou.

Deixe seu Comentário