Dourados – MS quarta, 23 de setembro de 2020
Dourados
30º max
15º min
Dia-a-Dia

Preços de produtos natalinos variam mais de 100%

05 Dez 2015 - 07h00
Panetone é o produto que apresenta uma das maiores diferenças de preço segundo pesquisa realizada pelo Procon em Dourados. - Crédito: Foto: Hedio FazanPanetone é o produto que apresenta uma das maiores diferenças de preço segundo pesquisa realizada pelo Procon em Dourados. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
O Procon de Dourados realizou pesquisa de produtos de ceia de natal dia 30 de novembro junto a 10 estabelecimentos comerciais do município de Dourados. Fazem parte da pesquisa, panetones, carnes (aves, suína, bovina e peixe), frutas, enlatados e bebidas, num total de 44 itens. Conforme os dados, as frutas encontradas nesta pesquisa tiveram aumento de 20,6% em relação á pesquisa realizada no mesmo período do ano passado.


Quanto aos panetones, foi verificada alta de 6,8% em relação à pesquisa do ano passado. E em relação ao preço das aves, a diferença encontrada foi de 41% em relação a dezembro de 2014. Nos vinhos a alta foi de 4,1%.


Foram encontrados 13 produtos com diferença superior a 100% do estabelecimento com menor preço para o de maior preço. Entre os produtos desta pesquisa as maiores diferenças constatadas entre o maior e o menor preço foram: Filtrado Doce 660 ML - menor preço: R$ 4,50; maior preço: R$ 10,99; diferença: 144,22 %; preço médio: R$ 8,31. Panetone tradicional caixa 500 gr – menor preço: R$ 5,49; maior preço: R$ 22,90; diferença: 317,12%; preço Médio: R$ 11,30. Nozes com casca 200 gr – menor preço: R$ 6,78; maior preço: R$ 34,98; diferença: 415,93%; preço médio: R$ 13,46. O Procon alerta que o consumidor deve efetuar uma cuidadosa pesquisa de preço, avaliando sempre a relação preço x qualidade, ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação. Deve ser sempre considerado o custo beneficio do deslocamento no caso de estabelecimentos que estão apresentando produtos mais baratos que o da sua região. Por fim, o consumidor deve sempre exigir a nota fiscal no ato da compra.

Cesta básica


O Procon realizou, também, pesquisa de preços de Cesta Básica em dez supermercados, no dia 2 de dezembro. Foram pesquisados 28 itens, sendo considerados para levantamento produtos pré-definidos. Os produtos apresentaram variação significativa de um estabelecimento para outro, a cebola teve diferença de 150%, sendo que o alho kg apresentou diferença de 128,99 %. Já o sal Kg apresentou diferença de 190,82% e os ovos 1dúzia com diferença de 72,95%, entre o estabelecimento com menor preço e o estabelecimento com maior preço. Foram encontrados 16 produtos com diferença superior a 100% entre o estabelecimento com menor preço para o maior preço. Como exemplo, a batata kg, a farinha de mandioca e a esponja de aço.


A diferença do estabelecimento com menor preço e o de maior preço nesta pesquisa é de 33%. Já o valor médio da cesta básica deste mês teve alta de 2 % em relação ao valor médio da cesta básica do mês anterior.
Qualquer dúvida o Procon está à disposição pelos telefones 3411-7754 e 151; e-mail: [email protected]

Deixe seu Comentário