Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Dia-a-Dia

Ponte construída em 2012 desaba na MS-382

04 Jan 2016 - 10h27
Localizada na MS-382, a ponte liga a cidade a Antônio João, no sul do Estado, e dá acesso aos assentamentos Retirada da Laguna e Rio Feio. - Crédito: Foto: Ademir Souza AlmeidaLocalizada na MS-382, a ponte liga a cidade a Antônio João, no sul do Estado, e dá acesso aos assentamentos Retirada da Laguna e Rio Feio. - Crédito: Foto: Ademir Souza Almeida
Uma ponte entregue há 3 anos e 8 meses em Mato Grosso do Sul desabou no último sábado. Entregue em abril de 2012 na gestão do ex-governador André Puccinelli, a estrutura de concreto não resistiu após deslizamento de terra às margens do rio Santo Antônio.


Localizada na MS-382, em Guia Lopes da Laguna, a ponte liga a cidade a Antônio João, no sul do Estado, e dá acesso aos assentamentos Retirada da Laguna e Rio Feio. A estrutura tinha 60 metros de extensão e ficava na saída da zona urbana. Desde a última quinta-feira a cabeceira da ponte apresentava risco devido às fortes chuvas que assolam a região.


Moradores já esperavam que a estrutura iria desabar e alguns deles ficaram a espera de tudo vir para baixo, para registrar imagens. Nas redes sociais circulam vídeos da ponte, que caiu em efeito dominó, coluna por coluna.


Construída com recursos federais, do Ministério da Integração Nacional, a ponte teve custo de R$ 1.252.913,52. Além dela, outras 36 pontes foram construídas em Mato Grosso do Sul entre 2011-2012 em razão das fortes chuvas que atingiram o estado naquela época. Muitas das estruturas eram de madeira e foram substituídas por concreto.


Equipe de infraestrutura do governo do estado ficou de ir até o local ainda hoje para checar os procedimentos a serem tomados.

Isolados


Moradores do assentamento Bela Manhã, em Taquarussu, estão praticamente isolados em decorrência da forte chuva que caiu na região. Desde quinta-feira chove muito na região e as duas principais estradas que são utilizadas pelas famílias residentes no local estão alagadas.


Por uma das vias de acesso, a água subiu de tal forma que a estrada ficou totalmente intransitável. Já em outra estrada, lama e barro dificultam passagem de veículos. somente trator consegue trafegar.


Moradores contam que na noite de quinta-feira uma ambulância que iria até o assentamento para prestar socorro a uma pessoa que passou mal, atolou e não conseguiu passar. O veículo foi removido apenas horas depois com auxílio de um trator.

Deixe seu Comentário