Dourados – MS quarta, 25 de novembro de 2020
Dourados
35º max
21º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
Dia-a-Dia

PM recebe motos para policiamento nas aldeias

04 Nov 2015 - 10h38
Motocicletas foram entregues em solenidade na tarde de ontem. - Crédito: Hedio FazanMotocicletas foram entregues em solenidade na tarde de ontem. - Crédito: Hedio Fazan
Solenidade ocorrida na tarde de ontem na sede do 3° Batalhão de Polícia Militar de Dourados marcou a entrega de 12 motocicletas que serão empregadas no policiamento comunitário nas cidades de Dourados e Caarapó, principalmente, nas aldeias indígenas.

A entrega é fruto do acordo de cooperação técnica entre Mato Grosso do Sul e União em atendimento à solicitação encaminhada pelo comando da polícia de Dourados, que desempenha funções de policiamento comunitário dentro de aldeias nas duas cidades.

As motocicletas devidamente caracterizadas e equipadas são do modelo Yamaha Lander de 250 cilindradas. Oito serão empregadas no policiamento em Dourados e 4 seguirão para Caarapó.

O comandante do 3° BPM, tenente-coronel Carlos Silva, falou da importância deste trabalho de policiamento que vai contemplar a Reserva em Dourados e a aldeia de Caarapó, consideradas urbanas. “Existe muita coisa para fazer na aldeia no sentido de resgate da cidadania. Teremos palestras e reuniões explicando nossa atuação e inteirando a comunidade do objetivo que é trazer tranquilidade às aldeias, que começa com a segurança. Esta é a porta de entrada para ações sociais e outras atuações”, disse.

Segundo o comandante, a meta é a de redução da criminalidade presente na aldeia, buscando igualar aos índices do perímetro urbano. “Temos a consciência de que a aldeia e a ‘cidade’ estão integradas”, pontuou o comandante.

Carlos Silva agradeceu a presença das autoridades e o recebimento do material que deve equipar a polícia para o que o comando chamou de ‘guerra contra a criminalidade’ e ressaltou a contribuição da comunidade indígena no cumprimento do trabalho. “Estamos em um enfrentamento necessário na busca pela diminuição dos índices de criminalidade dentro das aldeias. Será uma missão árdua, difícil, mas não impossível e com certeza teremos o amparo e a contribuição da própria comunidade para isso”, disse o comandante.

Preparados

O tenente-coronel ressaltou o empenho e preparo dos policiais de Dourados e fez elogio público ao contingente da segunda maior cidade do Estado. “Pode haver policiais iguais aos nossos neste Estado, mas confio que não haverá policiais melhores do que os deste batalhão”, disse.

O secretário da Sejusp, Silvio Maluf, reforçou a fala do comandante Carlos Silva em pedir o apoio da comunidade indígena para o trabalho proposto de policiamento comunitário nas aldeias. “Pedimos a cooperação das comunidades, somadas à compreensão e participação no trabalho a ser realizado”, disse o secretário.
O comandante-geral da PM de Mato Grosso do Sul, Deusdete de Oliveira, engrossou o coro do comandante em Dourados, e disse estar contente de ver a tropa pronta recebendo o material. “Esta é a atividade de risco mais estressante do mundo. Mas vejo policiais dispostos e preparados”, disse.

O ato de entrega contou com a presença, além do comandante do 3° BPM, tenente-coronel Carlos Silva, do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Silvio Maluf, do comandante-geral de Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Deusdete de Oliveira, do delegado Regional de Polícia Civil de Dourados, Lupersio Degerone Lucio, comandante do 2° Grupamento de Bombeiros Militar de Dourados, Edson Ferreira Pinto, do Departamento de Operações de Fronteira, tenente-coronel Ary Carlos Barbosa, autoridades políticas e representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai) e lideranças de aldeias.

O prefeito de Caarapó, Mário Valério esteve presente, e o prefeito de Dourados, Murilo Zauith foi representado pelo sub-comandante da Guarda Municipal, Givaldo Machado.

Deixe seu Comentário