Dourados – MS segunda, 28 de setembro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Dia-a-Dia

Pesquisa aponta entraves para desenvolver polo industrial

20 Fev 2016 - 07h00
No Polo Industrial Oeste faltam mão de obra qualificada, manutenção de ruas e terrenos baldios e transporte urbano. - Crédito: Foto: Elvio LopesNo Polo Industrial Oeste faltam mão de obra qualificada, manutenção de ruas e terrenos baldios e transporte urbano. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
Uma nova pesquisa realizada pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), por meio de seu projeto itinerante, apontou as principais barreiras e dificuldades para o desenvolvimento do Polo Industrial Oeste – localizado no distrito de Indubrasil, área rural da Capital – na saída para Aquiduana e que emprega atualmente cerca de 200 pessoas.


Segundo a assessoria da entidade, o Projeto ACICG Itinerante identificou os fatores que mais impedem o desenvolvimento do comércio no Polo Industrial Oeste e constatou que as principais dificuldades ou barreiras que impedem ou atrasam a expansão dos negócios são a falta de mão de obra qualificada, com 79%; os altos impostos, com 64% e os custos trabalhistas, com 57%.


De acordo com o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro, o resultado da pesquisa é reflexo do atual cenário econômico do país. “De modo geral, os empresários não estão satisfeitos com as altas cobranças de impostos seja para comprar insumos, vender seus produtos ou contratar e manter colaboradores. Os aumentos tributários ocorridos de 2015 para cá vem de encontro com a situação dos empresários, que estão vendendo menos, demitindo mais, criando assim um círculo vicioso”, analisa.


A pesquisa revelou também pontos que devem ser tratados para dar melhores condições de trabalho aos colaboradores das 28 empresas que operam no complexo. Entre as reivindicações estão a melhora no transporte público, incluindo os pontos de ônibus, a manutenção de terrenos baldios, que por conta do mato alto gera a sensação de insegurança nos pedestres, a manutenção da iluminação pública, falta de creche nas imediações e a capacitação dos colaboradores das empresas locais.


Para tentar auxiliar em possíveis soluções sobre os problemas levantados, além de solicitar uma reunião com a prefeitura da Capital, a Associação Comercial vai realizar uma série de treinamentos na região.


No próximo dia 23 vai acontecer um treinamento sobre Liderança, no auditório da Distribuidora Lopes e a expectativa é atender pelo menos 60 pessoas. “Assim como fizemos nas edições anteriores do projeto, vamos dar assistência aos empresários para encontrarem as soluções do que não estão em nossa alçada e trabalharemos pesado em capacitações por meio da nossa Escola de Varejo, levando diversos cursos aos empresários e seus colaboradores, com a Van da ACICG Itinerante”, destaca o coordenador do projeto, Moacir Pereira Junior.


Mais informações sobre a programação de atividades para a região podem ser obtidas pelo telefone (67) 3312-5059.

Nos bairros


O projeto ACICG Itinerante é a modernização do projeto ACICG nos Bairros, que acontece em Campo Grande desde 2013, levando conhecimento e capacitação para empresários de várias regiões da Capital. São palestras e cursos desenvolvidos por consultores da Escola de Varejo da Associação Comercial para fomentar e profissionalizar o comércio em toda a cidade.


No Polo Industrial Oeste faltam mão de obra qualificada, manutenção de ruas e terrenos baldios e transporte urbano.

Deixe seu Comentário