Dourados – MS terça, 07 de julho de 2020
Dourados
31º max
17º min
Editorial

Oito Décadas Douradas

18 Dez 2015 - 07h00
Emancipado em 20 de dezembro de 1935 através do Decreto Estadual de nº 30, o município de Dourados completa 80 anos neste domingo, mas sua história começou a ser escrita muito antes, no início do século passado, quando por estas terras chegaram as famílias de Manoel Santiago de Oliveira, Januário Pereira de Araújo, Paulo Hildebrando, João Zeferino de Almeida, José Alves Leite, João Teodoro, Joaquim Paulino, Manoel Batista, Francisco de Matos, Marcelino Pires, Joaquim Teixeira Alves, entre tantos outros que acreditaram no potencial da região que hoje é polo de desenvolvimento para 38 municípios. A segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul está completando 80 anos de emancipação político-administrativa com muito a comemorar, ainda que exista um longo caminho a ser percorrido até que a sociedade douradense possa desfrutar da qualidade de vida que merece. Contudo, as conquistas das últimas duas décadas mostram que o município está no caminho do desenvolvimento econômico e social, tanto que o grupo JBS acaba de anunciar investimentos de R$ 550 milhões em Dourados.


Agroindústria à parte, o fato é que Dourados tem hoje um corpo médico que faz frente à qualquer outra cidade do Centro-Oeste brasileiro, com clínicas e hospitais que estão entre os melhores de Mato Grosso do Sul. Até mesmo os chamados procedimentos de alta complexidade já são feitos na rede de saúde, numa demonstração patente que a cidade está antenada tecnologicamente com o mundo. Na área educacional, Dourados está praticamente consolidada, seja na educação infantil, fundamental, média ou superior. Hoje, o município tem mais de 98% das crianças em sala de aula, o analfabetismo é combatido com programas de educação de jovens e adultos e a cidade conta com centros de excelência no ensino superior, com destaque para a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran) e Universidade Anhanguera. Somadas, essas quatro gigantes oferecem mais de uma centena de cursos de graduação, fazendo de Dourados uma verdadeira Cidade Universitária.


É relevante destacar que no setor de serviços e comércio, Dourados não será superada por nenhuma outra cidade do interior do Estado. A mão-de-obra oferecida é uma das mais especializadas de Mato Grosso do Sul, os serviços prestados são de excelência e o comércio é um dos mais complexos, versáteis e dinâmicos do Centro-Oeste brasileiro. A arquitetura de Dourados é arrojada e moderna, com novos prédios surgindo a cada dia, com destaque para os projetos que ilustram os condomínios fechados que são a nova realidade do município quando o assunto é morar com qualidade de vida. De Dourados saíram advogados, agrônomos, biólogos, arquitetos, enfermeiros, administradores, professores e tantos outros profissionais que são sucesso hoje em todo o Estado e até em outras Unidades da Federação. No campo do agronegócio, Dourados não poderia dar presente melhor aos seus habitantes: é sinônimo de diversificação e explora com o mesmo potencial a criação de gado, suínos, ovinos, aves e cana-de-açúcar, além de possuir uma terra abençoada para a cultura de grãos.


Dourados está na porta do Mercado Comum do Sul (Mercosul), tem um sistema viário razoável com rodovias que demandam aos principais centros econômicos e tem tudo para continuar trilhando o caminho do desenvolvimento. O município combina com progresso, mas é progressista pela força de trabalho e vontade de vencer do seu povo, que ignora crises e segue produzindo para sustentar o crescimento sustentável da cidade. Quando foi emancipada em 1930, o município era habitado por cerca de 20 mil pessoas e 80 anos depois são mais de 210 mil habitantes que, juntos, fazem de Dourados uma das cidades mais importantes do Centro-Oeste; uma das melhores em média salarial do país; com um Produto Interno Bruto (PIB) crescendo mais de 10% aos ano, na contramão do restante do Brasil; enfim, o município chega aos 80 anos preparado para continuar crescendo, gerando emprego, distribuindo renda e liderando a economia estadual. Dourados enche de orgulho quem aqui nasce, cativa quem aqui chega e é generosa com quem compartilha os ideais ordeiros da sua gente. Parabéns Dourados pelos 80 anos de emancipação! Parabéns povo douradense por fazer desta cidade uma das melhores do país!

Deixe seu Comentário