Dourados – MS sábado, 11 de julho de 2020
Dourados
31º max
14º min
Dia-a-Dia

Nova feira livre fica pronta até o final deste ano

13 Fev 2016 - 07h00
Trabalhadores iniciam obras de infraestrutura na área onde será instalada a nova feira livre. - Crédito: Foto: Ricardo MinellaTrabalhadores iniciam obras de infraestrutura na área onde será instalada a nova feira livre. - Crédito: Foto: Ricardo Minella
Depois das obras de terraplanagem que aconteceram no ano passado, estão em andamento os trabalhos de implantação da infraestrutura da futura feira livre de Dourados, que será instalada numa área de 56,3 hectares da antiga Chácara Rigotti, à Rua Cafelândia (entre as ruas Humaitá e Araguaia), no Jardim São Pedro, região sul de Dourados. A previsão de término desta etapa é de aproximadamente oito meses.


Entre as mudanças previstas no entorno da futura feira, estão a abertura da Rua Adelina Rigotti, cortando o fundo da área, respeitando-se o limite de proteção ambiental do Córrego Rego D’Água. A Prefeitura anunciou ainda que do lado norte, a Rua Humaitá também será continuada, se encontrando com a Rua Adelina Rigotti e, após, atravessando o Córrego Rego D´Água, ligando-se à Rua Visconde de Taunay. O Município também anunciou a construção de uma ponte sobre o córrego nessa rua, com a finalidade de melhorar o trânsito na região.


Todas as árvores nativas do terreno serão preservadas e a parte de mata será cercada, garantindo a preservação de um bosque dentro da feira. Haverá apenas uma entrada de acesso ao bosque para garantir a sua preservação. Ao frequentar a feira, as pessoas poderão contemplar e curtir a natureza ao mesmo tempo. Ao redor da área da feira haverá estacionamentos adequados para carros, motos e bicicletas. O armazenamento e coleta de lixo serão feitos em três locais.


Os recursos para esta etapa das obras, no valor de R$ 2.563.253,85, são oriundos do Procon de Dourados. Para a fase seguinte, o deputado federal Geraldo Resende e o senador Waldemir Moka garantiram emendas individuais, cada um, de R$ 1.250.000,00, totalizando R$ 2,5 milhões. Em 25 de junho de 2014 o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) fez o empenho de R$ 2.437.500,00, referentes às duas emendas.

Nova feira


O projeto de construção de uma nova feira livre atende pedidos de diversos feirantes que hoje atuam na Rua Cuiabá, bem como de moradores daquela região, que reclamam, há muitos anos, dos problemas advindos da interdição da rua, nos dias de feira.


O objetivo é implantar uma estrutura que vai atender os cerca de 560 produtores do entorno de Dourados que produzem grãos, produtos de origem animal, alimentos e hortifrútis. A atual feira livre comporta apenas 280 pequenos agricultores e comerciantes.


A nova estrutura também prevê espaços para comercialização de artesanato e produtos afins, para realização de capacitações dos feirantes, praça de alimentação, pequenos eventos, área administrativa além de estacionamento. O objetivo é mudar o padrão da feira, onde os produtores terão oportunidade de ampliar o mercado e de aumentar a competitividade.


A entrada principal ficará na Rua Cafelândia, onde estará localizado o setor de hortifrúti. Na esquina da Cafelândia com Rua Araguaia ficará a praça de alimentação. Com entrada pela Rua Araguaia estará o piso de exposições e eventos. Já o piso dos armarinhos terá entrada pela Rua Adelina Rigotti.

Deixe seu Comentário