Dourados – MS quarta, 08 de julho de 2020
Dourados
19º max
10º min
Dia-a-Dia

Moradores de área ambiental temem ser despejados

19 Jul 2011 - 22h14
Moradores de área invadida foram notificadas ontem pela Guarda Municipal - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSOMoradores de área invadida foram notificadas ontem pela Guarda Municipal - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSO
Flávio Verão

DOURADOS – O número de famílias desabrigadas cresce a cada mês em Dourados. Sem local para morar, elas invadem áreas públicas de preservação ambiental. Pobres e sem perspectivas de vida temem pelo futuro incerto e se apegam ao pouco que têm. Este também é o caso dos “novos” moradores da Vila Cachoeirinha, que invadiram uma área próxima ao córrego Rego D’água. Elas temem deixar o local, pois não têm para onde ir.

Ontem a Prefeitura de Dourados notificou os moradores. Agentes da Guarda Municipal levaram ofícios a eles. Não era de despejo e sim um alerta de que estavam em área imprópria, de preservação ambiental, sobretudo área de risco.

Segundo a presidente da Associação dos Moradores da Vila Cachoeirinha, Sílvia Helena da Conceição, a ‘Preta’, famílias que estão em terrenos regulares também foram notificadas. “Não foi somente aquelas que estão em local de invasão. Dois moradores que pagam IPTU e têm casas de alvenaria foram notificados de que suas residências estão em local de preservação ambiental”, diz a presidente da Associação.

Pelo menos dez moradores de área invadida foram notificados ontem. Famílias constituídas recentemente e que decidiram seguir a vida sozinha. “São jovens que moravam com os pais e outros familiares, aqui mesmo no bairro, e que por diferentes questões tiveram que deixar a casa”, disse Silvia Helena. Entre as moradoras da área invadida, segundo ela, está um jovem casal. A mãe recém ganhou bebê.

Katia Vilialba é uma das pessoas notificadas. Ela diz que mora na Vila Cachoeirinha há 20 anos. “Estou cadastrada no programa de habitação da prefeitura há quatro anos e até agora não consegui uma casa”, conta a moradora.

Dificuldade

O crescente número de famílias que invadem áreas públicas em Dourados vem preocupando a Prefeitura de Dourados. O secretário de planejamento Antonio Nogueira diz que no caso da Vila Cachoeirinha os moradores invadiram a área há pouco mais de um mês. “Todas as famílias em área de risco e de invasão estão cadastradas no programa habitacional. Com os novos residenciais que serão construídos elas serão beneficiadas. Acontece é que a cada mês aumenta o número de áreas invadidas”, diz o secretário.

É esse aumento de invasão acelerado que preocupa o poder público. A linha de pobreza na cidade está crescente e favorece a ampliação de pequenas favelas, todas às margens de córregos ou área de preservação ambiental.


Antônio Nogueira disse ainda que em primeiro momento não deu prazo para que as famílias do Cachoeirinha deixem o local. “Sabemos que cabe ao poder público tomar providências, mas no momento não temos uma posição para essas pessoas do Cachoeirinha”, finaliza o secretário.

Deixe seu Comentário