Dourados – MS quarta, 12 de agosto de 2020
Dourados
29º max
18º min
Segurança e Saúde JBS
Dia-a-Dia

Ministro afirma que cortes não prejudicam segurança

09 Dez 2015 - 07h00
Ministro da Defesa Aldo Rebelo  esteve em Dourados para conhecer instalações do Sisfron. - Crédito: Foto: Hedio FazanMinistro da Defesa Aldo Rebelo esteve em Dourados para conhecer instalações do Sisfron. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
O ministro da Defesa Aldo Rebelo em vistoria à unidade da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada em Dourados, anteontem, conheceu in loco o projeto piloto Sisfron e garantiu que os cortes de gastos anunciados até agora pela presidência da República não comprometem a segurança do País porque só atingirão novos projetos. “As contenções de despesas podem atingir novos projetos mas não vão prejudicar nenhuma ação estratégica já em curso como é o caso dos submarinos, dos caças, da força aérea, ou da defesa cibernética e do Sisfron sob responsabilidade do Exercito”.

Mosquito


O Ministro da Defesa também confirmou a participação do Exército no auxilio ao combate do mosquito transmissor do Zika Virus, uma nova ameaça à saúde pública do País. “As forças armadas, o Exército, têm apoiado o País em todas as suas emergências e necessidades; nós estamos presentes quando a Marinha manda o seu barco para examinar as condições das águas, nós mandamos a força aérea controlar o incêndio na Chapada de Diamantina, o Exercito está presente no desastre de Governador Valadares com Colatina no Espírito Santo. Quando tem aqui em Bela Vista uma ameaça à população ribeirinha o Exército chega para demarcar as áreas de risco e recolher a população para uma área segura, então, em todas estas circunstâncias as forças armadas têm atuado sem desviar a sua finalidade que é a defesa; são forças preparadas par defender o País. Mas tem auxiliado as atividades civis de acordo com as necessidades da população e esse caso do combate à propagação da Zika, que significa uma nova ameaça a saúde pública do País, o Exército também tem estado presente inicialmente no nordeste mas também preparado para atuar no Brasil inteiro”.

Sisfron


Depois do vice-presidente Michel Temer, segunda-feira pela manhã foi a vez do Ministro da Defesa Aldo Rebelo vistoriar a unidade do Exército de Dourados para conhecer de perto o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron).


Sobre o Sisfron, projeto piloto que motivou a vinda do ministro à 4ª Brigada de Cavalaria, Rebelo considerou que se trata de um programa que ajuda subsidiariamente contra os crimes de fronteira. “Ajuda na proteção do meio ambiente, a fazer a vigilância em todas as linhas demarcadas da fronteira do Brasil com seus vizinhos”, enfatiza.


O Plano Estratégico de Fronteira (PEF), começou em 2011 para combater ilícitos nas fronteiras. O projeto-piloto do Sisfron funciona na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Dourados e abrange cerca de 700 quilômetros de fronteiras no estado, que são monitorados por radares fixos e móveis, sensores óticos e câmeras de longo alcance.


O Sisfron também engloba comunicações táticas e estratégicas, e conta com tropas do exército, caminhões, trens, helicópteros e blindados. Dourados foi escolhida para receber o projeto-piloto por questões estratégicas.
Ao apresentar o projeto ao ministro. o general da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Dourados, Rui Yutaka Matsuda, falou da viabilidade do projeto para todo País.

Deixe seu Comentário