Dourados – MS domingo, 27 de setembro de 2020
Dourados
36º max
24º min
Dia-a-Dia

Ministério da Saúde garante reinício das obras do Hospital Regional de Dourados

11 Dez 2015 - 07h00Por Do Progresso
As obras do Hospital Regional de Dourados podem iniciar já nos primeiros meses de 2016. A garantia foi oficializada pelo ministro da Saúde Marcelo de Castro em reunião na última quarta-feira com a bancada federal de Mato Grosso do Sul e governador Reinaldo Azambuja.


A retomada das obras será possível porque o ministro se comprometeu a empenhar (garantia de pagamento) os recursos de R$ 17 milhões ainda em 2016 evitando seu cancelamento. Parte desses recursos, cerca de R$ 5 milhões já estão autorizados e serão somados a quantia equivalente destinada pelo Estado, totalizando R$ 10 milhões para que as obras tenham início. No total serão investidos R$ 45 milhões na obra, entre recursos federais e estaduais. O governador afirmou que já realizou um novo projeto para o Hospital, desta vez atendendo a todas as exigências do Ministério da Saúde e que a entrega dele acontece já nos próximos dias para análise, aprovação do projeto e em seguida a autorização para o processo de licitação.


Pelo projeto, o Hospital Regional terá perfil assistencial que priorizará as linhas de cuidados de emergência e urgência, cardiologia, nefrologia, oftalmologia e cirurgia geral, podendo atender os 34 municípios da macrorregião de Dourados, hoje com população de 800 mil habitantes. De acordo com Geraldo, a paralisação temporária da obra do Hospital Regional em Dourados foi decidida em abril deste ano devido cancelamento, no final do ano passado, do convênio de R$ 20,5 milhões entre o governo estadual e Ministério da Saúde.


“A reconquista destes investimentos que estavam cancelados foi uma missão dada a este deputado pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário de estado de saúde Nelson Tavares. Reunimos a bancada de MS e fizemos uma força tarefa no Ministério da Saúde para a recuperação do investimento. Felizmente saímos vitoriosos nesta importante conquista para a população sul-mato-grossense. Estamos resgatando os convênios empenhados em 2013 que já não correm mais risco de cancelamento. A construção do novo hospital irá suprir significativa carência por leitos, serviços de atendimento de emergência e melhorar o acesso da população aos cuidados médicos.”, disse o deputado Geraldo Resende, que anunciou a decisão na tarde de ontem.

Deixe seu Comentário