Dourados – MS sexta, 25 de setembro de 2020
Dourados
35º max
19º min
Dia-a-Dia

Mesmo com tragédia, carretas invadem área central de Dourados

23 Fev 2016 - 06h00
Carretas  estavam  transitando pela área central de Dourados em horário proibido. - Crédito: Foto: Marcos RibeiroCarretas estavam transitando pela área central de Dourados em horário proibido. - Crédito: Foto: Marcos Ribeiro
Mesmo após a tragédia que matou a ciclista Vanessa Freitas Parahiba, na última quinta-feira, carretas continuam a circular pela área central de Dourados em horário proibido. Na última sexta-feira, um dia após o acidente fatal que envolveu um caminhão que passava pela Marcelino Pires irregularmente, O PROGRESSO flagrou duas carretas com placas de São Paulo na Avenida Presidente Vargas, às 15h48. Os veículos pesados causaram transtornos para motoristas que estavam passando pelo local, além dos danos causados a pavimentação asfáltica.


Até um princípio de congestionamento foi registrado. Não havia monitoramento de qualquer autoridade de trânsito, o que quer dizer que os condutores não tinham autorização especial para transitar pelo local.


O Ministério Público Estadual abriu procedimento de investigação para apurar se há falhas na fiscalização do Trânsito de Dourados. Isto inclui se há profissionais e placas informativas suficientes e modelo de fiscalização. Para o promotor Amilcar Carneiro Júnior, a medida é preventiva contra novos acidentes, além de garantir que possíveis erros na fiscalização possam ser corrigidos.

AGETRAN


O diretor da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Mito Gebara disse ao O PROGRESSO que notou o aumento das carretas na área central de Dourados e por esta razão pediu para que a fiscalização, que até então ficava parada em pontos estratégicos começasse a se movimentar. Em 3 dias mais de 10 condutores de carretas foram multados. A penalidade é a perda de 5 pontos na carteira e multa de R$ 127,69. “Os condutores notificados são abordados, multados e instruídos a se dirigir ao anel viário. Se desobedecerem podem ser novamente multados”, destaca.

Lei


O decreto nº 472, de 28 de novembro de 2011, determina que fica proibida a circulação de “veículos acima de 18 toneladas de carga útil e/ou com altura superior a 4,40m e veículos articulados ou combinações de veículos” no quadrilátero das ruas Eulália Pires/Coronel Ponciano e Monte Alegre/Cuiabá. Dentro desse perímetro, foi delimitado outro quadrilátero, identificado como “Área A”, que compreende as ruas Melvin Jones/Aquidauana e Weimar Torres/Joaquim Teixeira Alves. Nessas ruas, onde está localizado o centro comercial, foram definidos horários, dias da semana e capacidade máxima para circulação, carga e descarga, observando a regulamentação. Nessa área, veículos de até duas toneladas terão acesso livre. Veículos de até quatro toneladas e de entrega de bebidas com até 12 toneladas poderão circular das 20h às 10h. Veículo leve de carga até 12,5 toneladas das 20h às 7h; veículo transportador de caçambas até 16 toneladas das 20h às 8h e veículo pesado até 18 toneladas das 20h às 6h;


Os veículos com restrição na “Área A” durante a semana serão acesso livre nos sábados após as 14h e nos domingos e feriados em qualquer horário.

Deixe seu Comentário