Dourados – MS segunda, 19 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Dia-a-Dia

Médicos alertam sobre riscos à saúde com a chegada do frio

03 Mai 2011 - 22h01
Mudança no clima faz aumentar demanda nos consultórios; tempo frio favorece doenças - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSOMudança no clima faz aumentar demanda nos consultórios; tempo frio favorece doenças - Crédito: Foto: Hedio Fazan/PROGRESSO
DOURADOS – A chegada de uma massa de ar frio já provoca prejuízos à saúde dos moradores da região sul do Estado, onde foram registradas as temperaturas mais baixas do ano desde segunda-feira. No entanto, neste período os cuidados com a saúde vão além de se agasalhar. Segundo os médicos, é preciso que a população tenha um cuidado especial para evitar as doenças típicas do inverno, principalmente com relação às crianças.

Desde segunda-feira, a chegada de uma frente fria derrubou as temperaturas em todo o Mato Grosso do Sul. A temperatura mais baixa foi registrada em Amambai, onde os termômetros marcaram 7,5ºC ontem pela manhã. Em Dourados, a temperatura mínima foi de 7,8ºC às 5h50.

De acordo com o pediatra Luiz Carlos de Arruda Leme, a mudança brusca no clima favorece a incidência de distúrbios respiratórios, especialmente em pessoas alérgicas. Segundo ele, já houve aumento no número de casos de asma e bronquite, além de maior incidência de doenças provocadas por vírus, como laringite e infecções na garganta e ouvido.


Ele orienta que, em alguns casos, a doença pode evoluir para complicações, desde as médias, como otites e sinusites, até as mais graves como pneumonia. “Os pais sempre precisam ficar muito atentos a alguns sintomas nas crianças, como abatimento, falta de disposição para brincar, redução do apetite e febre. Nestes casos, é sempre importante buscar avaliação médica”, orienta.

Para evitar doenças ou agravamento de sintomas neste período, o pediatra dá algumas recomendações, como evitar exposição ao ar muito frio, permanecer em ambiente protegido e arejado (para não inalar o chamado ‘ar viciado’) e evitar aglomerações, onde a transmissão de vírus ocorre mais facilmente, além de alimentação adequada. O pediatra Luiz Carlos Arruda também recomenda que todos recebam a vacina contra a gripe, independente da idade. “Na campanha, a vacina é para gestantes, idosos e crianças de 6 meses a 2 anos, mas em todas as faixas etárias é muito importante tomar a vacina, disponível na rede particular”, orienta.

Tempo - De acordo com a meteorologia, a temperatura deve permanecer baixa em todo o Estado pelo menos até hoje. A partir de amanhã, a temperatura volta a subir gradativamente. Segundo o meteorologista da Uniderp, Natálio Abrão Filho, não há previsão de chuvas e, até o final de semana, o clima deve ter predominância de sol e calor durante o dia. “A previsão é que permaneça calor durante o dia e clima mais ameno à noite. A umidade relativa do ar também cai”, explica.

Segundo Natálio Abrão, ainda deverão ocorrer outras massas de ar frio nos meses de maio e junho, durante o outono. Ainda não há previsão sobre geadas ou a intensidade no frio durante o inverno, que inicia oficialmente no dia 21 de junho.

Deixe seu Comentário