Dourados – MS sábado, 08 de agosto de 2020
Dourados
32º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
Dia-a-Dia

Manifestantes apoiam investigações da Lava Jato

19 Mar 2016 - 06h00
Ato foi realizado ontem em frente a sede do MPF e semana que vem será em outras instituições. - Crédito: Foto: Hedio FazanAto foi realizado ontem em frente a sede do MPF e semana que vem será em outras instituições. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
A sede do Ministério Público Federal (MPF) em Dourados serviu como palco para manifestantes realizarem, ontem, ato em apoio às investigações da Operação Lava Jato. Os movimentos "Vem pra rua Dourados" e "Acorda Dourados" já agendam novos protestos semana que vem, com carreata na região central e participação em sessão na Câmara Municipal, segunda-feira.


Em apoio ao juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, responsável pela condução dos processos na Lava Jato, e ao procurador do MPF e coordenador da força-tarefa na operação, Deltan Dallagnol, os manifestantes em Dourados escolheram a sede do MPF como local para mostrar que são favoráveis às investigações e prisões de envolvidos em escândalos de corrupção.


"Nosso objetivo foi chamar a atenção sobre a importância da justiça neste processo, de trazer à tona toda a corrupção que está acontecendo e principalmente de colocar atrás das grades os envolvidos no escândalo. Somos solidários às investigações e queremos que elas continuem", diz Fábio Luiz da Silva, do movimento "Vem pra rua Dourados".


Para semana que vem, os movimentos estudam a realização de atos diferentes em Dourados. Um deles deve ocorrer na segunda-feira, durante sessão na Câmara Municipal, que irá votar o Plano de Cargos e Carreiras (PCCR) dos servidores da prefeitura municipal. Os movimentos são solidários ao reajuste salarial.


Também está sendo estudado a realização de uma carreata, com fechamento do comércio mais cedo, porém os organizadores ainda aguardam aval de comerciantes.

Capital


Em Campo Grande, o manifesto de ontem foi realizado em carreta contra a corrupção e pedindo o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Pelo menos 100 caminhões decorados com a bandeira do Brasil percorreram a região dos altos da Avenida Afonso Pena e seguiram para a saída de Três Lagoas.


A manifestação ocupou apenas uma das pistas para não atrapalhar o trânsito, já que a avenida é uma das mais importantes e movimentadas da cidade.


Motoristas que não participaram do movimento demonstraram apoio através de buzina. O maior ato ocorreu durante passagem pela sede do Ministério Público Federal de Campo Grande, com intenso buzinaço. Este mesmo local foi sede durante a semana de protestos contra a corrupção. Tudo ocorreu de forma pacífica.

Deixe seu Comentário