Dourados – MS quinta, 22 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Dia-a-Dia

Lojistas apostam no frio para aumentar as vendas

06 Mai 2011 - 22h36
Foto: Hédio Fazan - Foto: Hédio Fazan -
DOURADOS - Os lojistas estão apostando no frio para lucrar no Dia das Mães. Isto, porque de acordo com o presidente do Sindicato dos Comércio Atacadista e Varejista de Dourados, Valter Castro, muitos comerciantes investiram em produtos do inverno e como o clima esquentou, alguns temem que as vendas “esfriem”. Conforme ele, para o comerciante os produtos de inverno chegaram até 20% mais caros. Além do reajuste normal que acontece todos os anos, fator que contribuiu para a alta foram os aumentos na gasolina e energia elétrica. As lojas funcionam nesta sábado, vépera da Dia das Mães, das 8h às 18h.

Segundo Valter, apesar do clima ameno, a movimentação nas lojas é visível. “Muitos precisam de roupas, agasalhos e cobertores para o inverno. Outros vão comprar para as mães”, destaca.

Segundo ele, as expectativas são boas e o comércio de Dourados deve faturar R$ 4,7 milhões com as vendas do Dia das Mães. A projeção é do Instituto Fecomércio, em parceria com o Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados (Sindicon).

Segundo informações do economista Thales de Souza Campos, diferente do ano passado, os eletrodomésticos não sãos os preferidos entre os consumidores. “Em 2010 o corre-corre foi em torno dos televisores, devido aos avanços tec-nológicos e a Copa do Mundo, onde o presente da mãe acaba servindo para toda a família”, destacou.

Conforme a pesquisa, ao redor de 91% da população economicamente ativa irão às compras. Os calçados lideram o ranking dos mais procurados com 28% das intenções de compra entre os consumidores entrevistados. E seguida aparecem as bolsas e acessórios (26%), celulares (12%), perfumes e cosméticos (9%), vestuários (9%) e flores (8%), entre outros tipos de presentes. Os eletroeletrônicos (1%) e eletrodomésticos (0,5%) terão uma baixa participação nesta data. Os apa-relhos escolhidos foram forno elétrico e aparelho de som.

Em relação as presenteadas, 55% serão as mães, 27% e esposa e 18% a sogra. O valor médio de cada presente deverá girar ao redor de R$ 65 e a intenção de cada consumidor é comprar em média 2 presentes. As compras deverão ser à vis-ta, em dinheiro é a escolha de 69% dos compradores, seguido de 28% no cartão de crédito, 1% no cartão de débito e 0,5% no carnê da loja. Pagamentos em cheque não foram indicados pelos entrevistados.

Para aqueles que escolheram pagar por meio do carnê da loja ou cartão de crédito na forma a prazo, 3 parcelas foi à escolha de 79% e entre 4 e 6 a escolha de 21%. O local preferido da maioria dos consumidores é o centro da cidade (69%), seguido das lojas nos bairros (20%), supermercados (5%). O Shopping Avenida Center foi a escolha de 6% dos compradores.

Em âmbito estadual, a expectativa é de que MS movimente cerca de R$ 163 milhões em produtos específicos para homenagear o Dia das Mães. A pesquisa foi realizada em nove municípios do Estado (Aquidauana, Campo Grande, Cha-padão do Sul, Corumbá, Dourados, Naviraí, Paranaíba, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas), responsáveis por 62% do PIB do Estado. A pesquisa contou com a parceria da Universidade Anhanguera-Uniderp e Fundação Manoel de Barros que levantou o comportamento de intenção de compras para esse período.

Deixe seu Comentário