Dourados – MS quarta, 30 de setembro de 2020
Dourados
40º max
23º min
Indios

Justiça pede despejo de indígenas em Dourados

14 Jun 2016 - 06h00
Comunidade Kaiowa e Guarani. - Crédito: Foto: DivulgaçãoComunidade Kaiowa e Guarani. - Crédito: Foto: Divulgação
A Justiça Federal requisitou ao Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, o envio de tropas da Força Nacional de Segurança Pública para despejar nove famílias Kaiowa e Guarani do tekoha Apyka’i, em Dourados.


A Justiça já notificou a líder Damiana Cavanha, mas a comunidade não deixará a área, arrendada pela Usina São Fernando, propriedade de José Carlos Bumlai. A Funai entrou com pedido de suspensão de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF), para evitar o confronto.


Na quarta-feira passada, Damiana foi levada até a sede da Funai para receber a notificação da oficial de Justiça. A liderança, no entanto, recusou-se a assinar o documento. "Não vou assinar nada. Pode cavar o buraco para enterrar todos, porque não vamos sair do nosso tekoha", afirmou. Mesmo sem a assinatura, o prazo de cinco dias estabelecido na decisão judicial para cumprimento da ordem passa a valer. O despejo deverá acontecer até amanhã.


Nove pessoas morreram no local ; oito foram vítimas de atropelamentos e uma envenenada por agrotóxicos utilizados nas plantações que circundam o acampamento. Os moradores do tekoha sobrevivem essencialmente de doações e de cestas básicas oferecidas por apoiadores e Funai.

Deixe seu Comentário