Dourados – MS segunda, 21 de setembro de 2020
Dourados
26º max
15º min
Epidemia

Jornalista é a 2ª vítima de H1N1 em Dourados

13 Jun 2016 - 07h00
Marcelo morreu aos 48 anos. - Crédito: Foto: DivulgaçãoMarcelo morreu aos 48 anos. - Crédito: Foto: Divulgação
O jornalista Marcelo Humberto, 48 anos, é a segunda vítima de H1N1 em Dourados. Ele morreu na sexta-feira depois de permanecer 15 dias internado. A primeira vítima também foi um homem, de 52 anos, que morreu na terça-feira, três dias antes do jornalista.


Segundo o coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica de Dourados, Devanildo de Souza, o resultado de exame para H1N1 de Marcelo Humberto saiu ontem. O procedimento é feito em Campo Grande e devido ao grande número de suspeita da doença no estado o resultado leva até 15 dias para ficar pronto.


No hospital, Marcelo também foi diagnosticado com pneumonia. Primeiro ele deu entrada no Hospital da Vida e como precisava de UTI e na unidade não havia vaga, foi transferido para o Hospital Evangélico. A saúde dele piorou com o passar dos dias e o jornalista ficou em coma.


Vice-presidente do Clube de Imprensa de Dourados, Marcelo Humberto era conhecido no meio esportivo. Funcionário do jornal O Progresso por 17 anos, ele atuou nas editorias de cidades, polícia e esportes. Seu último trabalho foi na assessoria de imprensa do Sindicato Rural de Dourados, durante a Expoagro (Exposição Agropecuária. Ele deixa quatro filhos e a esposa Jamilyê De Pieri.

Deixe seu Comentário