Dourados – MS segunda, 26 de outubro de 2020
Dourados
28º max
20º min
Influx
Dia-a-Dia

Ingresso na Uems depende do Enem

30 Mai 2011 - 02h45Por Copa do Brasil #Naviraiense enfrenta hoje o Santo André
Uems deve oferecer  2.350 vagas distribuídas em 52 cursos dos campi em MS - Crédito: Foto: ArquivoUems deve oferecer 2.350 vagas distribuídas em 52 cursos dos campi em MS - Crédito: Foto: Arquivo
DOURADOS – O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é critério único para o ingresso à Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems). De acordo com a pró-reitora de Ensino, Márcia Regina Martins Alvarenga, a adesão ao sistema tem como objetivo aproximar o candidato da universidade e facilitar o ingresso dele às vagas disponíveis. Isto porque, segundo ela, utilizando a nota do Enem, a Uems consegue abranger um número maior de inscritos, que podem participar de qualquer lugar do Brasil, sem precisar sair de sua cidade. “Antes os candidatos precisavam sair de sua cidade para fazer o vestibular onde havia uma unidade da Uems. Agora, com a nota do Enem ele se inscreve pela internet e aguarda o resultado”, explica.

Outro benefício são os custos. De acordo com a pró-reitora, antes a inscrições do vestibular custavam uma média de R$ 60. “Hoje, ele paga R$ 35 para fazer o Enem e concorre a vaga”, esclarece.

Marcia Alvarenga explica que através do Enem o candidato tem duas possibilidades de ingressar na Universidade. A primeira delas é pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O programa é gerenciado pelo Ministério da Educação e por meio do qual as instituições públicas de educação superior participantes selecionam novos estudantes exclusivamente pela nota obtida no Enem. Este ano as inscrições do programa foram através das notas do Enem 2010.

A segunda possibilidade acontece depois da chamada dos selecionados do Sisu. Os alunos entram em uma lista de espera da Universidade e vão sendo chamados conforme a oferta de vagas remanescentes.

CRONOGRAMA

A pró-reitora diz que os candidatos a uma vaga na Uems devem correr contra o tempo, já que o prazo para a inscrição do Enem vai até 10 de junho. Ela explica que depois da prova que deve acontecer entre 22 e 23 de outubro o interessado deve aguardar o resultado e se inscrever ao Sisu.

A próxima etapa é a classificação e matrícula dos selecionados. Haverá 1º, 2º e 3º chamadas. Os alunos que não forem aprovados neste processo ficam numa lista de espera da Uems e poderão participar de um outro processo seletivo da instituição. O critério de classificação continua sendo a nota do Enem.

A previsão é de que se forem seguidos os mesmos moldes deste ano, o seletivo institucional da Uems ocorra em fevereiro, depois da classificação do Sisu. A expectativa é de oferta de pelo menos 2.350 vagas, distribuídas em 52 cursos da instituição.

Todas as etapas sobre inscrições, resultados do Sisu e seletivo da Uems, com datas e orientações estarão disponíveis no site: www.vestibular.uems.br.

Deixe seu Comentário