Dourados – MS quarta, 23 de setembro de 2020
Dourados
30º max
15º min
Dia-a-Dia

​​Imprensa nacional conhece atrativos​ ​culturais e turísticos de Dourados

30 Jun 2016 - 09h06
Os jornalistas Iana Caramori, do Correio Brasiliense, Fernanda Athas, da Folha de São Paulo, Eduardo Madeira, do Portal Embarque na Viagem e Gastronomia etc, e Valquíria Henriques, do Ministério do Turismo, conheceram atrativos turísticos de Dourados no sábado, domingo e segunda-feira. Eles fizeram parte do "Press Trip – Destinos do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016", organizado pelo Ministério do Turismo.

Nesses três dias os jornalistas visitaram a Reserva Ambiental Champagnat (Irmãos Maristas), o Galpão das Artes (coordenado pelo Mestre Cilso), a Reserva Indígena de Dourados, o Museu da Colônia Agrícola Nacional de Dourados, a Usina Velha; a Mostra Cultura de Dourados, no Teatro Municipal, onde assistiram a várias apresentações; fizeram a cobertura da celebração da Tocha Olímpica em Dourados, na Praça Antônio João, e conheceram a Embrapa Agropecuária Oeste, que desenvolve pesquisas para a agropecuária.

Dourados integrou ao seu roteiro a cidade de Jardim, onde os jornalistas conheceram na segunda-feira a tarde e terça-feira a Lagoa Misteriosa, o Buraco das Araras, o Recanto Ecológico do Rio da Prata e o Balneário Municipal de jardim. Na Lagoa e no Recanto os jornalistas fizeram flutuações.

Eles gostaram muito do roteiro pela oportunidade de conhecer atividades e atrativos turísticos e culturais do interior do Brasil. Até mesmo a jornalista Fernanda Athas, que é de Campo Grande, não conhecia os atrativos turísticos apresentados no roteiro. Eles também assistiram pela primeira vez em Dourados a celebração da Tocha Olímpica, com acendimento da Pira Olímpica, feita pela judoca douradense Camila Gebara, uma das promessas brasileiras para a Olímpiadas de 2020.

Em Dourados os jornalistas os jornalistas gostaram bastante de conhecer a Reserva Indígena, que classificam como um grande potencial turístico não explorado e que poderia contribuir muito para a melhoria da vida dos índios. No Museu experimentaram a ‘Galinhada no Disco’, prato criado no distrito de Indápolis. A Reserva Champagnat encantou por ser um paraíso natural no meio da cidade e pela receptividade dos guias, quatro crianças estudantes do Instituto Marista.

No Galpão das Artes eles assistiram ao Mestre Cilso fazer peças de barro que são vendidas para vários locais do Brasil. No Teatro Municipal viram uma mostra da arte e da cultura de Dourados. Assistiram a apresentações de dança, quadrilha e música, incluindo ‘Meu Mato Grosso do Sul’, de Carlos Fábio, atual secretário de Cultura de Dourados. Na Cantina Mato Grosso eles conheceram como se fábrica o chopp Bier Rein, feito em Dourados.

"O roteiro cumpriu bem a proposta do Ministério do Turismo, de mostrar o que tem de bonito no interior do Brasil, foram dos grandes centros e dos roteiros tradicionais", diz Walquiria Henriques, que coordenou o Press Trip. "Quanta coisa bonita e rica pudemos conhecer aqui em Dourados", acrescenta.

Dourados foi uma das cinco cidades do Brasil selecionadas para o Press Trip, cujo é estimular a mobilização dos destinos participantes da rota de revezamento da Tocha Olímpica; divulgar e promover as diversidades cultural e natural brasileiras em veículos de comunicação de abrangência nacional; incentivar as viagens nacionais; estimular a competitividade e a atratividade de destinos e produtos turísticos brasileiros; apoiar o fortalecimento da imagem e a promoção dos destinos selecionados, tendo como diferencial as ações desenvolvidas para a recepção da Tocha Olímpica; e estimular o desenvolvimento de ações inovadoras e criativas, que gerem demanda turística para os destinos.

Deixe seu Comentário