Dourados – MS segunda, 21 de setembro de 2020
Dourados
26º max
15º min
H1N1

Gripe matou mais 10 pessoas e MS soma 52 mortes

15 Jun 2016 - 18h53
Foto: Impacto MS - Foto: Impacto MS -
A Secretaria de Estado de Saúde divulgou nesta quarta-feira que na última semana mais 10 pessoas morreram em decorrência do vírus H1N1 em Mato Grosso do Sul, aumento de 31% em relação à semana passada, segundo o CampoGrandeNews. Balanço passado apontava 42 óbitos, enquanto nesta semana o número é de 52 mortes.

Só em Campo Grande, por exemplo, o número de óbitos aumentou em 27%, já que na semana passada eram 11 mortes e nesta semana 14.

De janeiro até agora foram confirmados 271 casos de gripe A, sendo 87 em Campo Grande. Para outros tipos de influenza, o boletim epidemiológico aponta 9 casos.

Na semana passada, por exemplo, o número de casos confirmados era de 210 e nesta semana já subiu para 271, aumento de 29%.

Conforme a SES, das 1.716 amostras de influenza coletadas até hoje pelo Lacen (Laboratório Central) de MS, 668 deram positivo. Por conta disso, 633 pessoas tiveram que ficar em isolamento em decorrência de exposição ao vírus. Em Campo Grande, foram 111 pacientes, já em Naviraí 64.

Das 52 mortes por H1N1 registradas no Estado, 14 foram em Campo Grande e 7 em Naviraí. Até o momento, também na Capital, a SES registrou uma morte por influenza B e uma por influenza A não subtipado.

Em todo o Estado já foram registrados 926 casos constatados/internados pela gripe, sendo 271 confirmados para a gripe A. Dos 294 casos notificados em Campo Grande, 87 foram confirmados por influenza A (H1N1).

Para diminuir a circulação dos vírus da gripe é recomendada a higienização das mãos, utilização de lenço descartável para higiene nasal, cobertura do nariz e boca quando espirrar ou tossir, higienização das mãos após tossir ou espirrar, evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, evitar aperto de mãos, abraços e beijo social, reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração.

Deixe seu Comentário