Dourados – MS domingo, 29 de novembro de 2020
Dourados
36º max
25º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
Dia-a-Dia

Grevistas distribuem 12 t de abacaxi

30 Jun 2011 - 08h03
Trabalhadores da Embrapa distribuem abacaxi em Brasília - Crédito: Foto : Wilson Dias – AbrTrabalhadores da Embrapa distribuem abacaxi em Brasília - Crédito: Foto : Wilson Dias – Abr
Brasília - Servidores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que estão em greve distribuíram ontem, em todo o Brasil, como forma de manifesto, produtos cujas tecnologias foram desenvolvidas pela empresa. Somente em Brasília, cerca de 12 toneladas de abacaxi foram entregues à população que passava pela plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto.

Como em cada região do país a Embrapa desenvolve tecnologias para diferentes de produtos, nesse protesto os alimentos variavam de acordo com o estado.



“Essas são apenas algumas das tecnologias que a sociedade brasileira se beneficia e que talvez não tenha tanto conhecimento do trabalho que é realizado pela Embrapa”, justifica o presidente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf), no Distrito Federal, Vicente Almeida. No caso do abacaxi, uma fruta tipicamente azeda, a Embrapa Fruticultura desenvolveu um fruto mais doce.


Uma fila se formou em torno do caminhão onde as frutas estavam guardadas. “Estava trabalhando e vi pela janela a movimentação, desci logo para ver o que era. Tudo o que é de graça a gente tem que aproveitar”, disse o auxiliar de escritório Rodrigo Fernandes.

Teve até quem aproveitou para levar fruta para a família toda. “Já peguei quatro abacaxis, e vou para a fila de novo, pena que eu não sabia, senão tinha trazido uma sacola para levar ainda mais”, falou a dona de casa Sandra Goes.

A diretoria executiva da Embrapa deveria retomar ontem as negociações da pauta de reivindicação dos trabalhadores. “Esperamos que a empresa venha para a mesa de negociação com uma proposta condizente com a proposta dos trabalhadores para que possa ser apreciada e então dar fim à greve”, ressalta o presidente do Sinpaf/DF.

Em Brasília, a Embrapa emprega cerca de 2,5 mil trabalhadores. Aproximadamente mil empregados participaram da manifestação que seguiu pela Esplanada até a porta do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, órgão ao qual a Embrapa é subordinada.

A categoria decretou anteontem (28) greve por tempo indeterminado. As principais reivindicações dos trabalhadores são reajuste salarial de 10,51% (inflação + ganho real), aumento no valor do tíquete-alimentação, além da implantação do ponto eletrônico.



######(Agência Brasil – ABr).

Deixe seu Comentário