Dourados – MS sábado, 08 de agosto de 2020
Dourados
32º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
Mídia

Folha de São Paulo destaca o turismo na Reserva Indígena

11 Ago 2016 - 15h40
Folha de São Paulo destacou o turismo em Dourados, puxado pela Reserva Indígena, que reúne três etnias. - Crédito: Foto: ReproduçãoFolha de São Paulo destacou o turismo em Dourados, puxado pela Reserva Indígena, que reúne três etnias. - Crédito: Foto: Reprodução
A Folha de São Paulo publicou matéria tratando do turismo em Dourados, na edição do dia 8 de agosto. O foco é a Reserva Indígena da cidade. A matéria aponta que a cultura local tem forte influência indígena, destacando as etnias Caiuás (Kaiowá), Guarani e Terena, que vivem na reserva, a seis quilômetros do centro da cidade.

A reportagem "Dourados leva turistas a comunidades indígenas do Mato Grosso do Sul", da repórter Fernanda Athas, foi realizada por ocasião do Press Trip do Ministério do Turismo, em parceria com a Prefeitura de Dourados, que levou jornalistas para conhecer atrativos turísticos do roteiro integrado "Dourados-Jardim", no período de 25 de junho a 28 de julho deste ano.

A matéria informa que Reserva Indígena é aberta para turistas. A visita, gratuita, deve ser agendada com as agências de turismo da cidade ou com a Ceaid (Coordenadoria Especial de Assuntos Indígenas) da Prefeitura de Dourados.

"Ao chegar, os visitantes são recepcionados com um ritual de boas-vindas e cantos em guarani. Seus rostos são pintados com urucum e, só a partir daí, são autorizados a entrar na casa de reza da aldeia, onde os índios oferecem comidas e bebidas preparadas por eles e se apresentam com direito a danças", escreve a repórter.

"Ao todo, a experiência dura uma hora e meia. Do lado de fora da casa de reza, ficam à venda adornos e instrumentos feitos à mão. O clima tranquilo é um contraste aos conflitos entre indígenas e proprietários de terras que costumam ser comuns na região", diz.



A CIDADE

A matéria também cita algumas opções de turismo na cidade. Entre eles, a catedral de Nossa Senhora da Conceição, construída em 1935, que "se destaca pela fachada com pedras, vitrais e torres".

"A menos de um quilômetro dali, na avenida Presidente Vargas, está o Galpão das Artes Guaicurus, um ateliê que expõe e comercializa cerâmicas rústicas. É das mãos do artesão Cilso Aparecido Tiburcio, 67, que saem a maioria das esculturas e monumentos espalhados pela cidade, como os totens na rodoviária municipal. O espaço fica aberto para visitação de segunda a sábado, das 7h às 18h", diz outra parte do texto.

Também fala do Festival Gastronômico Sabores de Dourados, que está acontecendo até o dia 25 deste mês. Cita dois restaurantes e ainda o chope artesanal Bier Rien, que é produzido em Dourados. Cita também três opções de hotéis para se hospedar na cidade.

Deixe seu Comentário