Dourados – MS domingo, 25 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Dia-a-Dia

Estudantes pedem melhorias para Itahum

10 Jun 2011 - 22h25
Ruas esburacadas de Itahum são destacadas em reportagem dos estudantes - Crédito: Foto: divulgaçãoRuas esburacadas de Itahum são destacadas em reportagem dos estudantes - Crédito: Foto: divulgação
DOURADOS – Os problemas encontrados na área urbana de Dourados, também são visíveis em Itahum., que fica cerca de 65 km de Dourados. As questões referentes a saúde, terrenos baldios, ruas esburacadas e lâmpadas queimadas, são descritas em reportagens feitas pelos estudantes. Os textos produzidos pelos participantes do Projeto “Repórter por um Dia”, relatam as necessidades da comunidade de Itahum.

A turma do 8º ano da Escola Estadual Antonio Vicente Azambuja tem “lido” toda a problemática do distrito. Transformar em texto para ser lido dando a visibilidade e voz a população são alguns dos objetivos do projeto que faz parte do Programa Jornal e Educação “O PROGRESSO\" - Ensinando a Ler o Mundo”, do Instituto Weimar Torres.

Com máquina fotográfica e blocos para anotações eles pautaram as matérias. O excesso de lâmpadas queimadas, inclusive em quarteirões inteiros, chamou a atenção do grupo. “A esperança é de a prefeitura trocar essas lâmpadas. È perigoso para quem precisa andar durante a noite”, destaca o grupo de estudantes.

Um outro problema que existe há muito tempo é as ruas esburacadas. Na matéria, o grupo destaca que o terreno do distrito é muito declinado. “Apesar de a administração municipal já ter, em outros momentos, arrumado as ruas, a enxurrada das chuvas provocam novos buracos”, pontuam os estudantes.

O matagal nos terrenos baldios também foi pautado pelos estudantes. Afirmam os “repórteres” que “alguns donos compram por comprar os terrenos e não constroem nada. Isso é para valorizar o lote. Só que, assim, podem aumentar o número de mosquitos da dengue e de outros insetos”, concluem.

E os “repórteres por um dia” também destacaram a questão da saúde pública em Itahum. “Quando alguém passa mal à noite, não é atendida porque não tem médico”. No distrito tem uma ambulância que transporta pacientes para o PAM quando é necessário fazer exames ou internar doentes. “Mas é um veículo pequeno e vai superlotado.

Para socorro rápido, tem que arranjar carro particular ou “bipar a ambulância”. Eles apontam que “se tivesse uma ambulância equipada de plantão, a história talvez pudesse ser outra, porque pessoas já morreram a caminho de Dourados”, finalizam os estudantes que pretendem marcar reunião com os secretários responsáveis pelos setores destacados nas matérias realizadas por eles. “ A nossa intenção, é marcar uma reunião com os secretários e se for necessário, diretamente com o prefeito”, finalizam os repórteres.

Repórter por um dia

As reportagens feitas pelos estudantes serão publicadas no jornal escolar da escola estadual, Antonio Vicente Azambuja. Realizaram as reportagens sobre Itahum, os estudantes do 8º A: Nathanel Ramires, Lucas Nazareth, Lucas Almeida, Adriano Alves, Gabrielly Espinosa, Jaqueline Guedes, Bruna Gabrielly, Alexandra Vieira, Tais Ariose, Letícia Vieira, Lauani Barichelo, Edneia Machado, Fernanda Regert, Bruna Machado, Evelin Paz, Andrieli Garcia, Thayane Pinheiro, Sâmara Rocha, Daniela Lopes e Juliano Lunkes. A realização do projeto é de responsabilidade do professor de língua portuguesa, Domingo Veja.

Deixe seu Comentário