Dourados – MS domingo, 27 de setembro de 2020
Dourados
36º max
24º min
Multa

Em MS, 3 mil deixam de declarar Imposto de Renda

02 Mai 2016 - 18h52
Foto: Ilustração - Foto: Ilustração -
Em Mato Grosso do Sul, 3.156 contribuintes deixaram de entregar a Declaração do Imposto de Renda. Eles poderão enviar as informações a partir de hoje à Receita Federal, porém com multa de 1% do imposto devido, limitada a 20% ou o mínimo de R$ 165,74.

Deixar de declarar é considerado sonegação e, além da multa pela falta de entrega da declaração, o fisco poderá cobrar o imposto devido sobre a renda não declarada (lembrando que os bens não declarados podem ser considerados acréscimos patrimoniais injustificados, tributáveis pelo IRPF), mais multa de 150% (aplicável no caso de sonegação fiscal) e juros Selic.

Caso o contribuinte não pague o valor cobrado pelo fisco, após o final de processo administrativo, a pessoa física poderá ser investigada e processada por crime de sonegação fiscal, punível com pena de reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa.

O envio da declaração em atraso pode ocorrer a qualquer momento a partir das 8h do dia 2 de maio, segundo a Receita Federal. O contribuinte que perdeu o prazo para enviar a declaração deve apresentá-la o quanto antes, pois a multa é calculada conforme o tempo de atraso.

Conforme informações da Agência Brasil, as restituições começam a ser pagas em 15 de junho até 15 de dezembro, em sete lotes mensais. Quem declarou antes, deve receber nos primeiros lotes.

Deixe seu Comentário