Dourados – MS segunda, 21 de setembro de 2020
Dourados
26º max
15º min
Dia-a-Dia

Em 80 anos, comércio cresce e continua pujante

17 Dez 2015 - 07h00
Empresário Mário Endo. - Crédito: Foto: DivulgaçãoEmpresário Mário Endo. - Crédito: Foto: Divulgação
Dourados comemora no domingo 80 anos de fundação. De lá para cá, o cenário do município mudou e hoje apresenta uma outra realidade para quem vive e investe nesta região. O crescimento e diversificação do comércio local e o fortalecimento da economia são alguns dos principais diferenciais de Dourados hoje, com previsão de mais crescimento para os próximos anos. Para a Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced), os números demonstram o crescimento do município e apontam para uma economia forte, pujante e preparada para o futuro.


Além da grande vocação para a produção agropecuária, outros pilares também sustentam a economia do município – entre eles o comércio, indústria e a prestação de serviços. Segundo dados da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems), existem hoje no município 16.692 empresas ativas incluindo os microempreendedores individuais (MEI’s). Somente nos últimos cinco anos, foram 12.617 novas empresas constituídas do município, demonstrando a grande vocação da cidade para este segmento.


“Sempre defendemos que Dourados ainda é uma ‘bolha’ dentro de uma situação nacional de crise econômica. Mesmo em um ano difícil para o restante do país, nossa economia é forte e estável”, garante o presidente da Aced, Antônio Nogueira. Segundo ele, o comércio varejista é hoje o maior empregador da cidade, além de atrair grande parte dos investimentos para o município. “Dourados é vista pelos empresários como um ótimo lugar para investir. Prova disso é o grande número de empresas criadas ou ampliadas nos últimos anos”, acrescenta.


O empresário Mário Endo comprova o que dizem as pesquisas. Vindo do Paraná em 1981 e por acreditar no potencial econômico do município após a divisão do Estado, abriu com o irmão Jorge uma concessionária de motos da marca Honda. Hoje, em sociedade com o irmão e o sogro José Pedro Zanardini, gerencia outras oito concessionárias da Honda e Mitsubishi em Dourados e cinco municípios da região.


“Sempre acreditamos muito no potencial de crescimento de Dourados e região. Ficamos felizes porque Dourados cresceu e nós crescemos junto”, comemora, ao associar o sucesso dos negócios a dois fatores: o grande potencial da agricultura e pecuária nesta região e a preocupação com a gestão da empresa. “Já passamos por outras crises e o empresário precisa estar preparado para esta situação. Por isto, é preciso ter uma boa gestão. Apesar de ter sido um ano difícil na economia nacional, posso dizer que nosso ano foi muito bom”, acrescenta. Segundo ele, o grupo emprega 350 funcionários. Ele acrescenta que em 2015 houve demissões – mas também houve novas contratações.


Empresas ativas


Segundo números da Junta Comercial, Dourados conta hoje com 24 empresas bancárias e 2095 indústrias ativas em diversas atividades de fabricação. No ramo de agricultura e pecuária, são 383 empresas ativas; 906 no ramo de calçados e 2.344 no setor varejista de vestuário. Já para o comércio varejista de veículos novos ou usados, são 148 empresas instaladas em Dourados.


Atualmente a cidade é um importante polo regional agropecuário e de serviços para uma região com aproximadamente um milhão de habitantes, incluindo parte do Paraguai – o que lhe confere o merecido título de Portal do Mercosul. De acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2015, possui uma população estimada de 212 mil habitantes, sendo a cidade mais populosa do interior do Estado, além de ser o 137º maior município brasileiro e o 9º maior município do Centro-Oeste.

Deixe seu Comentário