Dourados – MS terça, 01 de dezembro de 2020
Dourados
33º max
23º min
Imaculada-Desk
Imaculada-Mobile
Dia-a-Dia

Dourados recebe “caminhão do peixe”

09 Dez 2010 - 23h59
Maurício Peralta recebeu caminhão feira do peixe em Brasília, terça-feira
 - Crédito: Foto: A. FrotaMaurício Peralta recebeu caminhão feira do peixe em Brasília, terça-feira - Crédito: Foto: A. Frota
DOURADOS – Um jeito mais fácil e prático de comercializar peixes. Dourados recebeu do Ministério da Pesca e Aquicultura, um “caminhão feira do peixe”, projetado para armazenagem e comercialização de pescado. O secretário municipal de Agricultura, Indústria e Comércio, Maurício Peralta, recebeu o caminhão em Brasília.

Único no estado a receber o veículo, o município de Dourados foi beneficiado por promover o desenvolvimento da piscicultura na cidade e região. Nesta primeira etapa, foram contemplados 150 municípios através do programa Peixe nos Bairros.

Na ocasião, o ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin, destacou a importância da aproximação do pisci-cultor com o consumidor, por meio do caminhão feira do peixe.

Ele ressaltou também que a venda direta contribui para o aumento da renda de quem produz, de quem pesca e na redução do preço final ao consumidor, com garantia de qualidade do produto.

Conforme Maurício Peralta, o caminhão pertence a Dourados, mas como a política de desenvolvimento da piscicultu-ra é regional, ele também atenderá os produtores da região. “Atualmente a comercialização no nosso município acontece em períodos distintos, como páscoa e feiras organizadas pela prefeitura. E sempre que realizamos uma programação de venda do peixe vivo, a população responde de forma positiva.

O caminhão vai permitir a continuidade da venda do pes-cado fresco e também acesso aos bairros”, explicou o secretário.

Peralta informou ainda que após a finalização da obra do frigorífico do peixe, a expectativa é dobrar as vendas. “Nos-so objetivo é promover uma política de comercialização do peixe com preço justo, tanto para o consumidor quanto para o piscicultor”. De acordo com o secretário, o crescimento na produção se deve a fatores como clima e água.

Para o agente de desenvolvimento rural da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Carlos Diagoné, o caminhão feira do peixe contribui para o incentivo do consumo. “Principalmente nos distritos, é difícil com-prar peixe. Com o caminhão, a população destas regiões terá mais acesso, já que o veículo poderá seguir um itinerário.

Sem falar em municípios como Fátima do Sul e Douradina que também poderão receber a visita do caminhão”, disse ele. Estão cadastrados em Dourados cerca de 130 piscicultores, que criam peixe em 547 hectares de lâmina d’água.

Deixe seu Comentário