Dourados – MS sábado, 19 de setembro de 2020
Dourados
30º max
20º min
MOBILIZAÇÃO

Dourados mobiliza cerca de 300 ciclistas contra o trabalho infantil

13 Jun 2016 - 15h48
Foto: A. Frota - Foto: A. Frota -
Mesmo com o frio intenso, pelo menos 300 ciclistas participaram neste domingo, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil do 1º Passeio Ciclístico de Dourados contra Trabalho Infantil. O evento foi promovido pela prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, em parceria a Comissão Municipal e Erradicação do Trabalho Infantil de Dourados, Ministério Público do Trabalho e Ministério do Trabalho e Emprego, entre outras. O passeio começou por volta das 7h30 na Praça Antônio João, com trajeto pela Avenida Marcelino Pires, até a altura do Terminal Rodoviário.

"A perspectiva era de reunir muito mais pessoas, mas o frio intenso impediu a participação, mas mesmo assim, foi grande adesão, já que o objetivo foi chamar atenção da problemática do trabalho infantil", disse a secretária de Assistência Social, Ledi Ferla.

O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil/2016 trouxe o tema que serve como norteador para as pautas a seres debatidas sobre o assunto é: "Não ao trabalho infantil na cadeia produtiva".

O principal objetivo da data é alertar a comunidade em geral e os diferentes núcleos do governo sobre a realidade do trabalho infantil, uma prática que se mantém corriqueira em diversas regiões do Brasil e do mundo.
Esta data foi criada por iniciativa da Organização Internacional do Trabalho, uma agência vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), em 2002.

A principal arma contra o trabalho infantil é a intensa sensibilização civil contra a exploração das crianças e adolescentes, que constitui uma grave violação aos direitos humanos fundamentais.

Em Dourados foram parceiros da Secretaria de Assistência Social do 1º Passeio Ciclístico de Dourados contra Trabalho Infantil a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, Agetran (Agencia Municipal de Transporte e Trânsito), CCR MS Via, Defesa Civil, Sanesul, Rede Abevê, Polícia Militar, Bombeiro Militar. Entre os grupos ciclísticos, participaram R4F, Pedala que Passa, Pedal da Lindy, Pedal Livre, além do Grupo de Escoteiro São Jorge e os Cras (Centro de Referência de Assistência Social) da Cachoeirinha, Indígena, Parque do Lago II, Jóquei Clube e Parque das Nações.

Participaram também o Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), CCF (Centro de Convivência da Família), Conselho Tutelar, Ministério Público do Trabalho, Ministério do Trabalho e Emprego e Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil.

Deixe seu Comentário