Dourados – MS sábado, 04 de abril de 2020
Dourados
30º max
16º min
Edições Especiais

Dourados é município há 75 anos

20 Dez 2010 - 06h00
Dourados ganha impulso como referência em educação, serviços e no agronegócio
Foto: Hedio Fazan - Dourados ganha impulso como referência em educação, serviços e no agronegócio Foto: Hedio Fazan -
DOURADOS – Cidade polo, Dourados é o segundo maior município de Mato Grosso do Sul em número populacional: 196.068, segundo o Censo 2010. Situada na região sul, abrange uma população de mais de 800 mil pessoas das cidades vizi-nhas que têm Dourados como referência geo-econômico e social.
Dona de um solo rico em matéria-prima, a cidade Modelo, como é conhecida, conta com produção diversificada, fatores atraentes à instalação de grande pólo industrial. É também destaque na área da educação, especificamente no Ensino Superior, sendo reconhecida como Cidade Universitária.
A consolidação da cidade foi gradativa e ganhou impulso a partir de 1990. O crescimento da agropecuária, o desenvolvi-mento comercial e de serviços na zona urbana foi decisivo para que Dourados se concretizasse como polo regional, de serviços e agropecuário para toda a região sul.

HISTÓRICO

Antes do advento do colonizador branco, as terras que hoje pertencem ao município de Dourados eram habitadas pelas tri-bos Terena e Caiuá, cujos descendentes ainda vivem na Reserva Indígena, localizada próxima ao perímetro urbano de Doura-dos.

Com o término da Guerra do Paraguai (1870) foi intensificado o povoamento na região que já havia sido visitada por espa-nhóis e bandeirantes em busca de riquezas naturais.

O processo acelerou com a fixação de ex-combatentes; de gaúchos, evadidos na sua maioria da revolução federalista ocor-rida no Rio Grande do Sul entre 1893 e 1895. Também foi determinante o desenvolvimento da cultura pastoril, desenvolvida principalmente por famílias mineiras; pela construção da estrada de ferro Noroeste do Brasil, entre 1904 a 1914, atraindo pau-listas; e pela ação da companhia Mate Laranjeira S/A, que deteve o monopólio da exploração dos ervais em toda a região, de 1882 a 1924.

Em 1909, uma meia centena de pioneiros, entre os quais se destacavam Marcelino Pires, Januário Pereira de Araújo e Joa-quim Teixeira Alves iniciavam um trabalho empenhado na ideia de criação de um patrimônio. As reivindicações foram cheias de lances desencorajadores, pois a empresa Mate Laranjeira, arrendatária das terras, interferiu para impedir que esse fosse re-gistrado.

O patrimônio recebeu o nome de São João Batista de Dourados, depois Vila das Três Padroeiras e, em 1914, criou-se o Distrito da Paz. Já em 1915, pelo decreto n° 402 de 3 de setembro, o governo reservou para o patrimônio da povoação de Dou-rados, 3.600 hectares de terra. Dourados recebeu impulso em seu crescimento em 1920, com a criação da Agência dos Correios e Telégrafos, a organização da comissão para a igreja e formação do primeiro time de futebol.

A vila foi crescendo e, em 20 de dezembro de 1935, pelo Decreto Estadual de n° 30, foi elevada à categoria de município, desmembrado de Ponta Porã. À época, o município contava com uma população estimada em 20 mil habitantes e compreendia 21.250 quilômetros quadrados, limitando-se com o então município de Ponta Porã, Maracaju, Entre Rios (Rio Brilhante) e com o Estado do Paraná.

Dados do crescimento:
Municípios que fizeram parte da área inicial de Dourados: Deodápolis (desmembrado de Glória de Dourados), Vicentina (de Fátima do Sul) e Juti (desmembrado de Caarapó).
Distritos: Picadinha, Panambi, São Pedro, Indápolis, Vila Vargas, Vila Formosa Itahum e Guaçu. Todos estes estão liga-dos a Dourados por rodovias asfaltadas, têm rede elétrica e telefônica.

Distâncias:
· Bonito – 225 Km.
· Brasília – 1.352 Km.
· Campo Grande – 224 Km.
· Corumbá – 621 Km.
· Cuiabá – 912 Km.
· Curitiba – 907 Km.
· Florianópolis – 1.214 Km.
· Ponta Porã – 130 Km.
· Porto Alegre – 1.294 Km.
· Presidente Prudente – 444 Km.
· São Paulo – 1.006 Km.

Acessos:
· BR-163: Campo Grande – Dourados – Naviraí.
· BR-376: Fátima do Sul – Vicentina.
· BR-267: Porto Quinze – Porto Murtinho.
· BR-463: Dourados – Ponta Porã.

Área Total de Dourados: 4.096 quilômetros quadrados.
População: 191.638 mil habitantes, registrada pelo Censo do IBGE 2010
Latitude: 22º 14 S.
Altitude Média: 456 metros.
Longitude: 54 º 49 W.

Limites:
· Norte: Itaporã, Douradina, Maracajú e Rio Brilhante.
· Sul: Ponta Porã, Laguna Carapã, Caarapó e Fátima do Sul.
· Leste: Deodápolis.
· Oeste: Ponta Porã.

Clima: Tropical de transição.
Temperatura média: 24 ºC (verão) 18 ºC (inverno).
Tipo de solo: Latossolo roxo e vermelho.
Relevo: Plano com suaves ondulações.
Bacia hidrográfica: Rio Paraná.
Sub-bacia: Rio Ivinhema
Rios: Dourado, Brilhante, Peroba e Santa Maria.

Agricultura (Prod/ano/toneladas)
· Arroz: 18.000 mil
· Aveia: 600
· Feijão: 450
· Milho: 101.000 mil
· Soja: 264.960 mil
· Girassol: 450
· Trigo: 11.520
(IBGE-2009)

Pecuária/ cabeças
· Avicultura: 2.071.866 milhões
· Bovinos: 215.918 mil
· Equinos: 4.655 mil
· Suínos: 53.345 mil
(IBGE-2008)

Educação
· Rede de Ensino: 129 escolas (particular e pública), com 63.930 mil estudantes e 3.732 professores (ano 2009).
· Fonte: MEC/ IBGE/ Inep e Secretaria Municipal de Educação

Cursos superiores:
· UFGD - Graduação: Administração, Agronomia, Sistema de Informação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Di-reito, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina, Pedagogia, Ciências Sociais, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção, Gestão Ambiental, Licenciatura Indígena, Química, Zootecnia, Biotecnologia, Economia, Engenharia Agrícola, Nu-trição, Relações Internacionais, Artes Cênicas, Psicologia, Engenharia de Energia.
Especialização
Administração, Linguística, Direito, Formação de Profissionais na Educação e, Segurança Pública e Cidadania, Resi-dência Médica, Residência Multiprofissional em Saúde, Segurança Pública e Cidadania.
Mestrado: Agronomia; História; Entomologia e Conservação da Biodiversidade; Geografia, História, Letras; Educação; Zootecnia e Ciência e Tecnologia Ambiental.
Doutorado: Agronomia e Entomologia.
· UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). Graduação : Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Direito, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Física, Física, Letras, Matemática, Normal Superior, Normal Superior Indígena, Pedagogia, Química, Química Industrial, Sistemas de Informação e Turismo.

Especialização: Educação Básica, Educação Matemática, Letras, Manejo de solo do cerrado, Planejamento e gestão ambiental, Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva, zootecnia.

Mestrado: Recursos Naturais
· Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados) – Graduação presencial: Direito, Serviço Social, Arquitetura e Ur-banismo, Ciência da Computação, Agronomia, Pedagogia, Artes Visuais, Administração de Empresas, Administração de Agro-negócios, Ciências Contábeis, Jornalismo, Publicidade e Marketing, Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Fisi-oterapia, Nutrição, Psicologia, Farmácia, Medicina Veterinária, Odontologia, Enfermagem. Cursos tecnológicos de Produção Agrícola, Estética e Cosmética, Design de Moda e Produção Publicitária.

Graduação a distância: Administração, Ciências Contábeis, Pedagogia, Letras, Serviço Social, Tecnológico em Agrone-gócios, Tecnológico em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnólogo em Negócios Imobiliários, Tecnológico em Pro-dução Publicitária, Teologia.
Especialização:

Saúde Pública com ênfase em Saúde da Família, Dermoestética, Comunicação e Marketing, Planejamento e Gestão de Projetos Sociais, Gestão Tecnológica do Setor Sucroalcooleiro.

· Anhanguera: Administração, Agronomia, Ciências Contábeis, Medicina Veterinária, Psicologia, Tecnologia em Gestão Financeira e Tecnologia em Produção Multimídia.

Especialização: Gestão Ambiental; MBA em Controladoria; MBA em Gestão de Pessoas; MBA em Gestão Estraté-gica de Negócios; MBA em Marketing e Vendas e Psicopedagogia.
· Seminário Batista Ana Wollermann: Graduação: Teologia.

Saúde
· Hospitais Particulares: 05.
· Hospitais Públicos: 03.
· Unidades Básicas de Saúde: 31 (Dourados e distritos) e 02 na Reserva Indígena.

Segurança Pública
· 1º Distrito Policial.
· 2º Distrito Policial
· 28º Batalhão Logístico
( 28 BLog)
· 2º Sub-Grupamento de Incêndio do Corpo de Bombeiros.
· 3º Batalhão de Polícia Militar.
· 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.
· Departamento de Operações da Fronteira (DOF).
· Guarda Municipal (GM).
· Polícia Federal (PF).
· Polícia Rodoviária Estadual (PRE)
· Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Órgãos de Comunicações:
· O PROGRESSO
· Diário MS
· Folha de Dourados
· Rádio Caiuás (AM)
· Rádio Imaculada Conceição (AM).
· Rádio Boa Nova FM
· Rádio Coração FM
· Rádio 94 FM
· Rádio Grande FM
· Rádio Cidade FM
· TV RIT (Rede Internacional de Televisão).
· TV Morena (Rede Globo).
· Dourados Agora
· Dourados News
· Dourados Informa
· Agora MS
. Doura News
. MS Já

Pontos Turísticos:
· Clube da AABB
· Clube Indaiá
· Clube Nipônico
· Clube Samambaia
· Centro de Tradições Gaúchas (CTG).
· Cruzeiro (Colônia Agrícola).
· Estádio César Luchesi.
· Estádio Frédis Saldivar (Douradão).
· Fazenda Varjão.
· Missão Evangélica Kaiowá.
· Museu Municipal.
· Núcleo de Ciências Agrárias.
· Parque Antenor Martins.
· Parque Arnulpho Fioravanti.
· Parque dos Ipês.
· Reserva Indígena de Dourados.
· Teatro Municipal.
· Usina Filinto Müller.

Deixe seu Comentário