Dourados – MS quarta, 23 de setembro de 2020
Dourados
30º max
15º min
Saúde Pública

Dourados confirma primeira morte por gripe H1N1

10 Jun 2016 - 06h00
Vítima do H1N1 estava internado no Hospital da Vida desde dia 29 de maio e morreu em 7 de junho. - Crédito: Foto: Hedio FazanVítima do H1N1 estava internado no Hospital da Vida desde dia 29 de maio e morreu em 7 de junho. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
O município de Dourados confirma a primeira morte por H1N1. A vítima é um homem de 52 anos. Ele estava internado no Hospital da Vida desde o dia 29 de maio e morreu na terça-feira, 7 de junho. Com este caso, Mato Grosso do Sul contabiliza 43 mortes este ano pela doença, o maior índice desde que a gripe A foi descoberta, em 2009, quando naquele ano 26 pessoas morreram no estado.


Na semana passada o município chegou a apresentar a primeira morte pela doença, no entanto, descobriu que o paciente, na verdade, era morador de Douradina e teria repassado ao Hospital da Vida endereço do irmão dele, no Jardim Água Boa, em Dourados.


O coordenador do Núcleo de Vigilância Epidemiológica de Dourados, Devanildo de Souza, disse que o homem sofria de complicação de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a família ainda disse que ele passava por tratamento da Síndrome de Stevens-Johnson, que provoca lesões na pele e dificuldades de respirar.


Nenhuma outra morte suspeita por H1N1 é investigada em Dourados. No município há confirmação de 23 pessoas infectadas pelo vírus da doença e outros 45 casos estão em investigação, aguardando resultado dos exames.


Na última semana, o número de mortes pela gripe A cresceu 31% em Mato Grosso do Sul. Toda quarta-feira, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulga boletim epidemiológico sobre casos da doença e anteontem apontou que 42 pessoas morreram no estado - nesse mesmo dia foi confirmada a morte do douradense, chegando a 43 casos. No boletim anterior, de 1º de junho, havia 32 registros de mortes.


Entre os 43 óbitos, 11 foram registrados em Campo Grande, sete em Naviraí, três em Caarapó e duas nas cidades de Aquidauana, Bataguassu, Jardim e Três Lagoas. Também tiveram óbito, um caso cada, os municípios de Dourados, Água Clara, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Douradina, Glória de Dourados, Ivinhema, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo e São Gabriel do Oeste.


Em todo o Estado, foram confirmados 210 casos da doença e outros 766 pacientes foram internados com suspeita da H1N1 e aguardam exames laboratoriais para confirmar se contraíram ou não o vírus.


A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar. A maior gravidade da infecção pelo vírus influenza é a complicação do quadro com a ocorrência de pneumonia e dificuldade respiratória que podem levar à internação e até mesmo à morte.

Deixe seu Comentário