Dourados – MS quinta, 22 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Dia-a-Dia

Dinheiro de multa ficará em Dourados

16 Jun 2011 - 21h40
Multas registradas entre abril e maio, em Dourados, foram cancelas pelo governador André - Crédito: Foto : DivulgaçãoMultas registradas entre abril e maio, em Dourados, foram cancelas pelo governador André - Crédito: Foto : Divulgação
DOURADOS – O primeiro passo para modernizar e garantir melhorias ao trânsito de Dourados já foi dado. O projeto enviado pela prefeitura à Câmara, para a criação da Agência Municipal de Trânsito (Agetran), vai passar por votação e deverá ser aprovado pelos vereadores nos próximos dias. A partir daí o município terá mais oportunidades de administrar o trânsito da cidade e resolver uma série de entraves que vem ‘afogando’ a área urbana, todas relacionadas ao trânsito.

Conforme decisão acordada anteontem entre o Departamento de Trânsito (Detran) e a Prefeitura de Dourados, as lombadas eletrônicas voltam a funcionar a partir do dia primeiro de julho. Conforme noticiou O PROGRESSO, na edição de ontem, o governador André Puccinelli anulou todas as multas que ocorreram no período de 18 de abril a 31 de maio deste ano. A reclamação de usuários de trânsito era grande quanto às infrações, já que a prefeitura havia anunciado que os equipamentos estariam desativados. Mesmo assim continuaram multando.

A decisão tomada pelo governador vem de encontro à reivindicação dos douradenses que se sentiram injustiçados quando receberam em seus endereços o boleto de multa. Dessa forma, o condutor autuado não precisará recorrer a Junta Administrativa de Recursos de Infração (Jari). O cancelamento será por ato administrativo feito pelo Detran.

Com o retorno das lombadas, no mês que vem, a prefeitura de Dourados passará a administrar os equipamentos. Isso será possível a partir da criação da Agetran. Com isso, o recurso do pagamento de multas a Agetran poderá investir na engenharia de tráfego, educação para o trânsito e sinalização. Antes o dinheiro arrecadado não era revertido ao município.


Além de gerenciar as lombadas, a Agetran irá administrar toda a fiscalização da cidade, incluindo transporte coletivo, serviço de táxi e mototáxi, instalação de semáforos e sinalização vertical e horizontal.
Educação

Além de investimentos necessários que devem ser feitos pelo poder público, os usuários de trânsito também têm responsabilidades em fazer a sua parte. Entre as ações está a direção defensiva, dirigir com objetivo de prevenir acidentes, atento às ações incorretas de outros motoristas e das possíveis condições adversas da pista e do tempo. Trata-se da prática de dirigir com segurança, reduzindo a possibilidade de ser envolvido em acidentes de trânsito.

Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (ACED), Francisco Custódio, a lombada eletrônica é um instrumento educativo de grande importância para a cidade. Segundo ele, independentemente de desativadas ou não, os motoristas e demais usuários de trânsito devem respeitar as leis, trafegar e dirigir com responsabilidade. “Trata-se de uma questão de consciência que tem como objetivo contribuir com a educação do trânsito”, avalia o presidente da Aced.

Ele reitera a importância do município ter participação no lucro da arrecadação das multas. “Se as infrações são cometidas na cidade, nada mais justo que o município participar do rateio arrecadativo”, opinou.

Deixe seu Comentário