Dourados – MS segunda, 10 de agosto de 2020
Dourados
32º max
18º min
Segurança e Saúde JBS
DENÚNCIA

Denúncia de queda de repasse de vacinas para índios

06 Jun 2016 - 17h17
Denúncia de queda de repasse de vacinas para índios  -
Enfermeiros que atendem na área indígena de Dourados reclamam da falta de vacinas repassadas pela prefeitura para imunizar moradores de duas aldeias do município. Outro desafio queixado pelos profissionais é que os indígenas têm medo da vacinação.

À TV Morena, o setor de imunização de Dourados informou que as vacinas não estão em falta nas aldeias e que as doses são enviadas de acordo com o pedido feito pelos responsáveis pelos postos de saúde.

Mulheres e crianças são menos resistentes. Já entre os homens, seis em cada dez aceitam a imunização. Cada aldeia do município tem duas unidades básicas de saúde com oito agentes.

Mais de 14 mil moradores das aldeias Jaguapiru e Bororó devem ser vacinados durante a campanha de imunização até o fim de junho. Entre os indígenas não existe grupo de risco. Crianças a partir de seis meses já podem ser vacinadas. Quando eles não conseguem ir para as unidades de saúde, as equipes vão até eles. Esse trabalho é chamado de busca ativa.

Além de pessoas com saúde debilitada que não conseguem ir ao posto de saúde, famílias que apresentam resistência a imunização também recebem a visita dos agentes de saúde. A enfermeira Indianara Machado lidera uma equipe e percebeu que este ano diminuiu a quantidade de doses enviadas pela prefeitura. Segundo ela, esse é mais um motivo para que a meta de vacinação nas aldeias não seja atingida.

Ainda conforme a enfermeira, o município tem repassado menos doses do que os profissionais pedem e, por este motivo, a meta de imunização ainda não foi atingida. Ela garante que os agentes farão um esforço para atender pelo menos 80% da população indígena.

Deixe seu Comentário