Dourados – MS domingo, 25 de outubro de 2020
Dourados
32º max
21º min
Influx
Dia-a-Dia

Crianças de favela deverão ser acolhidas, diz MP

04 Jul 2011 - 02h55
População entrega alimentos para famílias carentes do Brasil 500 - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSOPopulação entrega alimentos para famílias carentes do Brasil 500 - Crédito: Foto: Hédio Fazan/PROGRESSO
Valeria Araujo


DOURADOS – O Ministério Público Estadual (MPE) de Dourados, acionou o Conselho Tutelar de Dourados, determinando que as crianças em situação de vulnerabilidade social, moradoras em uma favela as margens do Córrego Rego D’água, sejam encaminhadas para um abrigo, até que as condições de moradia com os pais seja reestabelecido. A Promotoria da Infância esclareceu que os pais não vão perder a guarda da criança, e que a medida é apenas de proteção.


No último sábado, O PROGRESSO mostrou que cerca de 30 crianças passam fome e frio no bairro Brasil 500, em Dourados. As chuvas agravaram a situação, uma vez que os agasalhos, roupas e cobertores estavam úmidos. Acionado pelo MP, o Conselho Tutelar esteve no local. A conselheira Cleide, disse ao O PROGRESSO que os pais não deixaram as crianças serem acolhidas. De acordo com as famílias, elas temiam perder a guarda das crianças. Segundo o Conselho, um relatório será encaminhado para o MP relatando o caso.

A secretária de Assistência Social de Dourados, Ledi Ferla, disse ao O PROGRESSO e ao site Douradosagora que a prefeitura está mobilizando toda a sociedade para que faça doações para este e outros habitantes de 10 conjuntos de barracos espalhados na periferia de Dourados.

CAMPANHA



O PROGRESSO e o site Douradosagora foram acionados neste final de semana. Muitas pessoas procuraram o jornal para a entrega de doações para as famílias. Outras foram diretamente no bairro entregar os donativos. As famílias receberam dezenas de cestas básicas doadas por um empresário que preferiu não ter o nome divulgado.

Hoje representantes deste matutino vão voltar ao local para entregar roupas e calçados que foram doados pela população. A campanha continua e O PROGRESSO e site Douradosagora, vão mostrar ao longo desta semana outras favelas de Dourados que precisam de ajuda.

Quem tiver roupas, calçados e alimentos não perecíveis e quiser doar, pode encaminhar estes recursos para a sede do jornal, localizado na Avenida Presidente Vargas, 447, centro de Dourados (em frente a Praça Antônio João), das 8h às 18h. Quem não puder encaminhar os produtos ao jornal pode entrar em contato com o repórter Hédio Fazan, através do telefone: (67) 9617 4976.

Deixe seu Comentário