Dourados – MS sexta, 10 de julho de 2020
Dourados
26º max
10º min
Dia-a-Dia

Cooperados da Coamo recebem R$ 320 mi em sobras

16 Fev 2016 - 09h45
O valor das sobras foi aprovado em Assembleia Geral Ordinária realizada na última sexta. - Crédito: Foto: DivulgaçãoO valor das sobras foi aprovado em Assembleia Geral Ordinária realizada na última sexta. - Crédito: Foto: Divulgação
Os cooperados da Coamo Agroindustrial Cooperativa começaram a receber ontem as sobras no valor total de R$ 320 milhões, referente ao Exercício de 2015. O valor foi aprovado em Assembleia Geral Ordinária realizada na última sexta-feira (12). O montante está sendo pago simultaneamente aos associados da cooperativa no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.


O valor é dividido conforme a movimentação de cada um durante o ano na cooperativa com os produtos soja, milho, trigo e, também, os insumos. “A semente plantada há 45 anos brotou, desenvolveu e continua crescendo a cada dia, o ano de 2015 entra na história da Coamo como aquele que, além de completar 45 anos, chegamos aos dois dígitos de bilhão no faturamento. Este sucesso e os bons resultados devemos à confiança e apoio dos mais de 28 mil associados nas suas operações com a cooperativa e a dedicação, comprometimento e profissionalismo dos nossos mais de 7 mil funcionários”, comemora o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini. No Mato Grosso do Sul, a Coamo está presente em Dourados, Maracaju, Caarapó, Laguna Carapã, Aral Moreira e Amambai.

Comemoração


Os cooperados da Coamo comemoram os bons resultados da cooperativa no exercício de 2015, os quais foram os melhores registrados na sua história de 45 anos de existência. As receitas globais totalizaram R$ 10,66 bilhões com crescimento de 22,8% em relação ao anterior. O desempenho da Coamo no exercício de 2015 apresenta ativo total de R$ 8,19 bilhões e patrimônio líquido de R$ 3,66 bilhões, representando um crescimento de 17,0% e 16,4% respectivamente em relação ao ano anterior.

Recebimento


Em 2015, a cooperativa recebeu 7,04 milhões de toneladas de produtos agrícolas, o que representa um recorde de recebimento correspondendo a 3,4% da produção nacional de grãos. A produção foi entregue pelos cooperados em 112 unidades de recebimento de produtos com modernas e ágeis estruturas instaladas em 68 municípios nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. A capacidade estática de armazenagem é de 4,98 milhões de toneladas a granel e 912,04 mil toneladas de ensacados.


As exportações dos produtos agrícolas industrializados e “in natura” foram de 3,49 milhões de toneladas, atingindo o valor de US$ 1,17 bilhão. Esta performance deu à Coamo a 27ª posição entre as maiores empresas exportadoras do Brasil. Além destes volumes, foram comercializadas 733,44 mil toneladas de produtos destinados à exportação, no montante de R$ 689,07 milhões.

Deixe seu Comentário