Dourados – MS domingo, 20 de setembro de 2020
Dourados
27º max
16º min
Dia-a-Dia

Continua campanha em prol do garoto Iran

22 Fev 2016 - 10h08
Iran tem paralisia cerebral. - Crédito: Foto: DivulgaçãoIran tem paralisia cerebral. - Crédito: Foto: Divulgação
Continua a campanha para ajudar o pequeno Iran, de 3 anos, que precisa passar por cirurgia no exterior, orçada em pelo menos R$ 220 mil.


Até agora a família arrecadou R$ 87 mil, tudo por doação ou através de rifas e campanhas promovidos por diferentes entidades. “Até o ano passado Iran precisava passar por apenas um tratamento, na Tailândia, agora a situação se agravou e ele necessitará de outros dois procedimentos, no México e nos Estados Unidos”, relata a mãe do garoto, a policial militar aposentada Lene Assunção.


O principal tratamento de Iran, com células-tronco, é feito apenas na Tailândia. A campanha para arrecadação de dinheiro iniciou no primeiro semestre do ano passado, quando Lene descobriu tratamento para Iran após pesquisas pela internet. Ela já entrou em contato com o hospital responsável pelo procedimento, em Bangkok, e exames apontaram ser possível realizar o procedimento através de uma cirurgia com células-tronco extraídas de cordão umbilical de recém-nascidos e introduzidas em Iran. Porém, o procedimento deve ser feito com urgência, para garantir eficácia no tratamento.


O menino, que nasceu sem sinais vitais, foi ressuscitado e até os 7 meses de idade teve uma vida vegetativa, até passar por cirurgia de cabeça. Hoje leva uma vida considerada normal, porém dentro de inúmeras limitações. Além de paralisia cerebral, Iran tem autismo e microcefalia.


A mãe explica que até o ano passado Iran faria apenas o transplante de célula umbilical, na Tailândia, mas como a saúde do garoto se agravou, agora também será necessário realizar cirurgia de medula e de célula adiposa, nos Estados Unidos e México.

Ajuda


Lene dispõe de uma conta corrente em seu nome (Lene Assunção Anderson; CPF.: 967 775 911-68 ) para interessados em ajudar o pequeno Iran: CC 79095-8, agência 391-3, Banco do Brasil.


Atualmente ela vende pizza solidária e prepara um bazar. A família está aberta à ajuda que possa levar Iran para tratamento. Eles residem na Rua Campos Leite Filho, 195, bairro Cohab II, em Dourados.

Deixe seu Comentário